domingo, 19 maio, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Ações de incentivo à práticas ecológicas movimentam escola no interior de Juazeiro

Reconhecendo a educação como uma importante colaboradora na formação cidadã, a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), em parceria com o Programa Despertar, realizou na tarde desta terça-feira (13), na Escola Municipal Vereador Amadeus Damásio, localizada no Assentamento São Francisco, região do distrito de Junco (Salitre), uma ação com distribuição de mudas frutíferas e ornamentais, e palestra educativa sobre a convivência com a natureza, saúde e qualidade de vida.

Idealizadora da iniciativa, Leidiane Gomes, professora da Escola Vereador Amadeus Damásio, falou sobre o objetivo da programação. “Esta ação foi planejada para ser desenvolvida com os alunos do 3º e 4º ano, incluindo a turma do 5º ano da Sala de Aprendizagem de Tempo Integral (SATI), com o objetivo de promover atividades pedagógicas voltadas ao desenvolvimento do aluno não somente nas habilidades disciplinares, mas também no incentivo a convivência com a natureza de forma responsável e colaborativa”, disse Leidiane.

Durante a palestra com o tema: ‘Plano Nacional Plantar Árvores, Produzir Alimentos Saudáveis’, o engenheiro agrônomo e militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), André Maia, compartilhou o propósito do Plano Nacional, junto às ações de educação ambiental escolar.

“O Plano Nacional Plantar Árvores, Produzir Alimentos Saudáveis, foi criado pelo MST no ano de 2020, e cumpre o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira para o plantio de cem milhões de árvores até o ano de 2030, criando um movimento de articulação, organização e debate sobre preservação ambiental, junto às escolas do campo, cooperativas, centros de formação técnica e gestão municipal”, concluiu André.

“Eu achei esse momento muito importante para a preservação do meio ambiente. A gente aprendeu sobre o poder da natureza, como algumas plantas ajudam no tratamento de doenças, na alimentação do dia a dia de humanos e animais”, avaliou Natan da Silva Domingos, estudante da Escola Vereador Amadeus Damásio.

Arquivos