sábado, 25 maio, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Aliados se movimentam para compor chapa de Neto

Gercino Coelho, filho de Nilo Coelho, e o deputado federal José Rocha são ventilados para integrar a vaga de vice-governador na chapa do prefeito ACM Neto

Para tentar conquistar votos no sudoeste baiano, alguns aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), têm defendido que o filho do ex-governador Nilo Coelho, o empresário Gercino Coelho, seja o candidato à vice na eventual chapa do democrata soteropolitano ao Palácio de Ondina. O chefe do Palácio Thomé de Souza ainda não admitiu que irá postular, mas as articulações para a montagem da composição oposicionista está a todo vapor. Para os correligionários de ACM Neto, Gercino Coelho seria um nome que agregaria ao grupo, já que teria parcela expressiva do eleitorado do sudoeste, região onde o nome do gestor municipal precisaria crescer e os aliados do PT têm tradição.

Um empecilho para Gercino Coelho é o fato de o empresário ser filiado ao PSDB, mas especula-se que pode mudar de sigla para integrar a composição. Hoje, os tucanos baianos têm defendido o deputado federal Jutahy Júnior para compor a chapa, como candidato ao Senado. Ontem, o filho de Nilo Coelho disse que não cogita a hipótese de ser vice de ACM Neto, mas não descartou a possibilidade. “Acho que toda essa conversa surgiu depois que recebi a Medalha Thomé de Souza [na Câmara de Salvador semana passada]. Acho que em função disso, que teve a presença de Neto, que é meu amigo e que faz um excelente trabalho, e também pelo fato de a minha família ser política também… Não existe nada de concreto em relação a isso. Acho que essas coisas de ser ou não do interesse é muito relativo. Sinceramente, é uma coisa tão recente na minha cabeça, que não pensei sobre isso. Não estou querendo dizer que descarto. Não é uma coisa que está nos meus planos de vida. Eu não penso nisso agora. Isso tudo ainda não processou muito bem”, afirmou. Informações de bastidores dão conta, no entanto, que ele seria o quarto colocado no ranking de possibilidades para integrar a vice.

Já o prefeito ACM Neto elogiou o cotado ontem, mas afirmou que a possibilidade de o filho de Nilo Coelho ser vice não passa de “especulação”. “Todos os nomes colocados são de respeito e de credibilidade. Fico feliz em ver Gercino Filho [ser cotado], porque é um grande empresário, um empresário de sucesso inquestionável e que vem de uma família de tradição política. Mas é só especulação”, ressaltou, em entrevista à imprensa, durante a inauguração da requalificação da Rua Petronília Dércia, em Valéria. Outro nome que tem sido especulado para o vice é o deputado federal José Rocha. Neste cenário, o partido do parlamentar, o PR, romperia com o governador Rui Costa (PT) e migraria para a chapa de Neto.

“Leão não tem procuração para falar em meu nome”

O prefeito de Salvador, ACM Neto, rebateu, ontem, a declaração do vice-governador João Leão (PP), que afirmou, em entrevista à imprensa, que o democrata soteropolitano não será candidato ao governo da Bahia.

“Com todo respeito que eu tenho ao vice-governador, não tenho a informação de que, por acaso, ele tenha procuração para falar em meu nome. Ou que muito menos, ele tenha se filiado ao Democratas. Só quem pode falar por mim, sou eu e meu partido”, afirmou Neto, durante inauguração da requalificação da Rua Petronília Dércia, em Valéria.

Segundo o vice-governador, deputados da base de Neto teriam dito que o prefeito já comuniciou a desistência. “Não posso dizer se é verdade ou se é mentira Se ele for candidato, é um passo errado. Se ele continuar na prefeitura, eu sou um dos que vou dizer que ele agiu corretamente. Foi eleito pelo povo de Salvador para o mandato de quatro anos. Ele deveria cumprir mandato dele de quatro anos. Vou defendê-lo. Não sou aliado de Neto, mas nesse caso específico da desistência, vou defendê-lo talvez mais que os aliados dele”, disse Leão.

Arquivos