quarta-feira, 21 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Aplicação da dose bivalente contra covid-19 vai até esta terça-feira (6)

Grupos prioritários seguem com a dose disponível para imunização periódica em postos de saúde

Termina nesta terça-feira (6) a disponibilização da vacina bivalente para o público geral nas unidades de saúde na Bahia, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A interrupção do fornecimento da bivalente segue uma recomendação do Ministério da Saúde (MS). A pasta federal orientou que apenas os grupos prioritários, formado por idosos, gestantes, puérperas, imunossupressos e outros, seguissem sendo vacinados com a dose de reforço em 2024

“A gente está seguindo a recomendação do MS, que coloca em 2024 apenas os grupos prioritários como público-alvo do reforço com a bivalente. Mesmo assim, decidimos prorrogar essa disponibilidade para o grupo geral até as vésperas do Carnaval. A partir de quarta-feira [7], porém, a recomendação começa a valer e só os grupos prioritários terão acesso à bivalente. No caso do grupo geral, ainda está disponível o esquema primário de vacinação, que compreende a primeira e segunda dose”, explica Vânia Rebouças, coordenadora de imunização da Sesab.

Ela destaca ainda que, a partir da aplicação da bivalente em 2024, as pessoas que formam os grupos prioritários receberão a vacina, de forma periódica, a cada seis meses ou um ano. “Os idosos, gestantes, puérperas e imunossuprimidos vão ter o reforço em seis meses a partir do momento que tomarem a bivalente que está disponível no início de 2024. Já os trabalhadores da saúde, pessoas vivendo residências de longa permanência e abrigo de idosos e seus trabalhadores, pessoas imunocomprometidas a partir dos cinco anos, indígenas, quilombolas e ribeirinhos pessoas comorbidades e outros grupos vão tomar de maneira anual”, completa Vânia.

Para quem vai ao posto de saúde tomar a bivalente, baste ter, ao menos, seis meses de intervalo desde a última vacinação.

Bivalente para público geral fica disponível até esta terça-feira (6) Crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil

Arquivos