domingo, 19 maio, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Bahia e Vitória iniciam final do Baiano para apagar má impressão

Melhores equipes do Campeonato Baiano se reencontram após clássico marcado por briga e término antes do previsto; com mais de 30 mil ingressos vendidos, jogo na Fonte Nova vai ter torcida única

Na Arena Fonte Nova, Bahia e Vitória se reencontram na tarde deste domingo para iniciar a disputa da final do Campeonato Baiano com a missão de não só de largar na frente pelo título, mas também de apagar a péssima imagem deixada pelo último clássico. Em jogo pela primeira fase da competição, jogadores das duas equipes se envolveram em uma briga generalizada que resultou em sete expulsões. A partida sequer chegou ao fim do tempo regulamentar, já que o Vitória ficou com menos jogadores que o permitido em regra em campo e, por isso, foi declarado perdedor. Neste domingo, com promessa de ótimo público, as duas equipes têm a oportunidade de mostrar para o torcedor que o Ba-Vi de fevereiro foi um ponto fora da curva.

Embora esteja no passado, o Ba-Vi da confusão interfere diretamente no clássico deste domingo. Edson e Rodrigo Becão, pelo Bahia, Denilson, Rhayner, Yago, Kanu e o técnico Vagner Mancini foram julgados pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) e cumprem suspensão neste domingo (veja aqui as penas). As duas equipes entraram com um recurso e com pedido de efeito suspensivo, mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve o gancho dos jogadores. Para tentar reverter a medida, o Vitória ingressou com um mandado de garantia e com um pedido de reconsideração. O presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, porém, decidiu que vai aguardar a decisão do relator do caso sobre o pedido, o que não aconteceu até este domingo. O julgamento do recurso, desta vez no STJD, está marcado para o dia 6 de abril, dois dias antes do segundo jogo da final.

Primeiro Ba-Vi teve briga generalizada no gramado (Foto: Margarida Neide/Ag. A Tarde/Futura Press)

Por conta das suspensões, a escalação do Vitória é a principal incógnita para o confronto de logo mais. Todos os jogadores punidos são titulares na equipe treinada por Vagner Mancini. Além disso, o técnico perdeu alguns jogadores por lesão, caso de André Lima, e há dúvida em relação a condição física de outros, a exemplo de Fernando Miguel. A tendência é de que seja mantida a base do time que jogou nas semifinais do Baiano, contra o Bahia de Feira. O provável time para este domingo tem: Fernando Miguel; Lucas, Walisson Maia, Ramon e Pedro Botelho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Juninho e Nickson; Neilton e Jonatas Belusso. O auxiliar Anderson Batatais deve comandar a equipe na beira do gramado porque Mancini está suspenso.

Do outro lado, o técnico Guto Ferreira tem menos problemas para resolver, já que Edson e Rodrigo Becão não são titulares. Porém, o treinador perdeu Nino Paraíba, expulso no jogo de volta da semifinal e que está em boa fase. João Pedro, reserva imediato, se recupera de lesão e ainda não há uma definição se vai estar apto para entrar na decisão. Lucas Fonseca, que, machucado, ficou fora do último jogo pelo Nordestão, também é dúvida. O possível time titular do Tricolor tem: Douglas, João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton; Marco Antônio, Vinícius e Zé Rafael; Edigar Junio.

O clássico deste domingo ainda tem mais um ingrediente. O jogo vai ter torcida única, neste caso, apenas os tricolores vão estar presente na Fonte Nova. E mesmo assim a promessa é de casa cheia. Durante a semana, mais de 30 mil ingressos já haviam sido garantidos pela torcida tricolor.

Em números, o Bahia entra em campo com melhores estatísticas no Baianão. O Tricolor tem a defesa menos vazada, com seis gols sofridos, e o Vitória é apenas o quarto colocado nesse quesito (12 gols sofridos). Os mandantes também têm o ataque mais positivo, com 24 gols marcados, enquanto o Vitória tem o segundo, com 23. No retrospecto recente, o Vitória vem em melhor momento. O time não perde há oito jogos. O Bahia está invicto há quatro partidas.

Por ter feito melhor campanha durante todo o Campeonato Baiano, o Vitória chega à decisão com vantagem. Além de fazer o jogo de volta no Barradão, diante de seu torcedor, o Rubro-Negro pode atuar por dois empates ou dois resultados com saldo de gols igual. Caso isso aconteça, o Leão conquistará o tricampeonato baiano. O Bahia, por sua vez, precisa, ao menos, vencer um dos duelos.

O jogo

Bahia x Vitória, jogo de ida da final do Campeonato Baiano
Local:
Arena Fonte Nova;
Horário: 16h (de Brasília);
Time provável Bahia: Douglas, João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton; Marco Antônio, Vinícius e Zé Rafael; Edigar Junio;
Desfalques: Nino paraíba está suspenso, assim como Edson e Rodrigo Becão;
Pendurados: Gregore;
Time provável Vitória: Fernando Miguel; Lucas, Walisson Maia, Ramon e Pedro Botelho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Juninho e Nickson; Neilton e Jonatas Belusso;
Desfalques: André Lima se recupera de lesão; Kanu, Yago, Denílson, Rhayner e Vagner Mancini estão suspensos;
Pendurados: ninguém;
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira apita o jogo auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse. O trio é integrante do quadro da FIFA.

Arquivos