segunda-feira, 15 abril, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Bahia goleia o Jacobina por 5×0 na Fonte Nova

Everton Ribeiro e Jean Lucas balançaram as redes pelo Esquadrão

Se era brilho que a torcida do Bahia queria, foi brilho que o time principal entregou. Na noite desta quarta-feira (24), os 29.324 torcedores que estiveram na Fonte Nova viram de perto o Esquadrão passar fácil pelo Jacobina com uma goleada de 5×0.

O placar elástico começou a ser construído no primeiro tempo, com o gol de Rezende. Estreante da noite, o meia Everton Ribeiro também deixou o dele, enquanto Everaldo anotou o 3×0. Na segunda etapa, Kanu e Jean Lucas ampliaram a vantagem.

O resultado sacramentou a primeira vitória do Bahia no estadual. O Esquadrão soma agora quatro pontos e está mais perto da zona de classificação para a semifinal. O Jacobina segue sem vencer na competição e ocupa a parte de baixo da tabela.

O próximo compromisso do tricolor será no sábado (27), contra o Bahia de Feira, na Arena Cajueiro. No mesmo dia o Jacobina recebe o Barcelona.

Os três reforços à disposição de Rogério Ceni, Everton Ribeiro, Caio Alexandre e Jean Lucas, iniciaram entre os titulares. Thaciano, com lesão muscular, e Biel, com indisposição estomacal, foram as ausências.

No primeiro jogo do ano, Ceni surpreendeu ao sacar Luciano Juba e escalar Rezende na defesa. O volante alternava entre a lateral esquerda e o papel de terceiro zagueiro, com Jean Lucas na função de ala esquerdo. O camisa 5, aliás, foi o primeiro a brilhar pelo Esquadrão.

Aos oito minutos, a jogada que começou com o cruzamento de Gilberto na área terminou com o rebote nos pés de Rezende. O volante mandou uma bomba de fora da área e anotou um golaço na Fonte Nova.

Empurrado pela festa da torcida nas arquibancadas, o Bahia dominou o jogo no primeiro tempo. Com mais posse de bola, o time usava a qualidade do passe de jogadores como Cauly e Everton Ribeiro para embalar o Jacobina, que apenas se defendia e buscava o contra-ataque.

Aos poucos as chances foram aparecendo. A cabeçada de Rafael Ratão parou na linda defesa do goleiro Matheus. Já o passe de Cauly quebrou a marcação do Jacobina e deixou Jean Lucas de cara com o goleiro. O volante foi derrubado pelo experiente Luís Ricardo dentro da área. Everaldo cobrou pênalti rasteiro e o goleiro Matheus defendeu, aos 30 minutos. O centroavante recebeu o apoio da torcida.

A cobrança desperdiçada por Everaldo não fez falta, pois cinco minutos depois, Caio Alexandre deu um lindo lançamento para Everton Ribeiro. O camisa 10 matou no peito e, mesmo desequilibrado, mandou para o fundo das redes, ampliando o placar para o Bahia. Foi o primeiro gol do meia pelo tricolor.

Everton Ribeiro gol

Everton Ribeiro comemora primeiro gol com a camisa do Bahia Crédito: Paula Fróes/CORREIO

Antes do fim da primeira etapa ainda deu tempo do Bahia anotar o terceiro. Gilberto cruzou e Everaldo, de cabeça, mandou para as redes, aos 45 minutos. O atacante foi festejado por parte da torcida.

O Bahia voltou do intervalo no mesmo ritmo em que terminou o primeiro tempo. O Jacobina montou duas linhas defensivas e congestionou a entrada da área, dificultando o jogo ofensivo do tricolor. O time Rogério Ceni desceu a marcação, obrigando o adversário a sair do campo de defesa.

Diante da dificuldade em furar o bloqueio do Jacobina, a saída foi apostar na bola parada. No escanteio cobrado por Cauly, Kanu subiu livre e anotou o quarto gol do Bahia no jogo, aos 16 minutos.

O sexto gol do Esquadrão poderia ter saído na jogada individual de Luciano Juba, mas o chute explodiu na trave. O Bahia seguiu martelando até o fim, mas o jogo terminou mesmo em 5×0 e com festa na arquibancada.

FICHA TÉCNICA

Bahia x Jacobina – Campeonato Baiano (3ª rodada)

Bahia: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Rezende (Diego Rosa); Gilberto, Jean Lucas (Juba), Caio Alexandre (Sidney), Cauly e Everton Ribeiro (Yago); Rafael Ratão e Everaldo (Ademir). Técnico: Rogério Ceni.

Jacobina: Matheus, Rafael Sales, Anderson Bandeira e Pezão; Luís Ricardo, Lima, Bruno Sabino (Rodolfo) e Isaque (Patrick); Max (Vini Alemão), Geraldo (Nunes) e Luan (João Führ). Técnico: Alex Alves.

Local: Fonte Nova

Gols: Rezende, aos 8, Everton Ribeiro, aos 35, Everaldo, aos 45 minutos do 1º tempo, Kanu, aos 16, Jean Lucas, aos 19 minutos do 2º tempo

Cartão amarelo: Luís Ricardo (Jacobina)

Público: 29.071 pagantes

Renda: R$ 837.462,00

Arbitragem: Emerson Ricardo de Almeida Andrade, auxiliado por Edevan de Oliveira Pereira e Patrícia dos Reis do Nascimento.

Embalado pela torcida, Bahia passou o carro sobre o Jacobina na Fonte Nova Crédito: Paula Fróes/CORREIO

Arquivos