26 de outubro de 2021 às 08:16
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Brasil goleia Venezuela e se classifica na Copa América feminina


Publicado em: 12/04/2018 13:44
Por:


Seleção se garante no quadrangular final

A seleção brasileira feminina de futebol segue fazendo valer a sua maior qualidade na Copa América do Chile. Na noite de quarta-feira (11), na cidade de Coquimbo, a equipe comandada pelo técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, voltou a golear, desta vez a Venezuela, por 4×0, e garantiu vaga com antecipação no quadrangular final.

O Brasil tem 100% de aproveitamento no torneio, com 15 gols marcados e somente um sofrido em três partidas. A seleção chegou aos nove pontos, na liderança do Grupo B, e não pode mais ser ultrapassada por Venezuela ou Argentina, segundas colocadas, com seis, e que se enfrentam na última rodada.

O time brasileiro enfrenta a Bolívia, sexta-feira (13), na última rodada da chave, precisando de um empate para garantir a primeira colocação. Vadão anunciou que colocará o time reserva. Já Argentina e Venezuela lutam pela segunda vaga. Quem vencer, avança. O empate favorece as venezuelanas pelo saldo de gols.

Em campo, o Brasil demorou apenas 10 minutos para abrir o placar. Marta cruzou da direita, Cristiane escorou de cabeça para o meio da área e Mônica marcou. Aos 38, Bia Zaneratto ampliou. O time brasileiro ainda perdeu diversas oportunidades e viu a goleira venezuelana impedir um placar mais elástico.

Mas no segundo tempo a seleção transformou a vitória em goleada. Aos 27 minutos, Debinha fez boa jogada pela esquerda e tocou para Bia Zaneratto, que teve tempo para dominar e fuzilar para a rede. Faltava o gol de Marta e ele saiu aos 40. Em contra-ataque pela direita, Andressa avançou e tocou no meio da área para a craque, que balançou para cima da zagueira e finalizou cruzado.

O campeão e o vice do torneio sul-americano garantirão lugar direto no Mundial de 2019, na França, enquanto o terceiro disputará repescagem contra um representante da Concacaf em busca de outra vaga. A seleção vencedora da Copa América também vai assegurar um posto na Olimpíada de Tóquio, em 2020, e a vice-campeã jogará repescagem contra uma nação da África por uma segunda vaga.

O Brasil faturou o título sul-americano em 1991, 1995, 1998, 2003, 2010 e 2014 e só não ficou com a taça de campeão em 2006, quando foi surpreendido pela Argentina na decisão realizada na casa da adversária.

Comentários