31 de julho de 2021 às 20:08
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Com Gregore, o Bahia não perdeu em 2018


Publicado em: 14/03/2018 7:36
Por: Da Redação


Volante estará de volta para o jogo de ida das semifinais contra a Juazeirense

Quando ele chegou ao Fazendão, Nilton e Elton já haviam sido contratados e Edson renovado por mais uma temporada. A posição de volante contava, além dos três citados, com Juninho e Feijão, que acabaram emprestados à Ceará e CRB, respectivamente. Luís Fernando ainda foi integrado após participação na Copa São Paulo.

O fato é que ter sido o “último a chegar” até tirou Gregore das duas primeiras partidas de 2018, em que o time foi derrotado por Botafogo da Paraíba e Bahia de Feira, ambos os jogos por 1×0, mas não atrapalhou o jogador de se tornar peça-chave no esquema do técnico Guto Ferreira.

Atuações convincentes e seguras, reconhecidas até pelos torcedores (foi eleito por duas vezes o “Barril Dobrado”, premiação feita pelo próprio clube onde o torcedor vota no melhor em campo de cada partida), o credenciaram à titularidade.

Aliada à competência em campo, Gregore traz consigo também a sorte, que geralmente acompanha os bons jogadores e profissionais como um todo. Com ele, em oito partidas, o Bahia não perdeu nenhuma. Foram sete triunfos e apenas um empate.

“Acho que os jogos que eu joguei nosso time foi muito bem coletivamente, mas claro que fico otimista, em oito jogos eu não tenho nenhuma derrota. Mas não me apego muito nisso. Focar agora na evolução do time e que eu não perca mais nenhum jogo nesse Baiano”, disse o volante, que também se mostrou empolgado em disputar pela primeira vez as finais de um estadual.

“Alegria por estar chegando nas finais com o Bahia. Primeira vez chegando nas finais do Baiano, e por um grande clube. Tenho que estar concentrado, preparado para fazer grandes jogos e buscar o título”.

Comentários