13 de abril de 2021 às 03:55
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Creche em Santa Cruz vai atender 200 crianças em tempo integral


Publicado em: 02/03/2018 14:05
Por: Da Redação


Centro Municipal de Educação Infantil Dalia Menezes foi inaugurado nesta sexta-feira (2)

Pais e mães da localidade do Boqueirão, no bairro de Santa Cruz, em Salvador, têm motivo de sobra para comemorar. É que o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dália Menezes, que havia sido demolido há um ano, foi reinaugurado pelo prefeito ACM Neto, na manhã nesta sexta-feira (2), Localizada na Avenida Nova República, próximo à cooperativa de reciclagem, a creche já está em funcionamento.

O CMEI tem capacidade para até 200 crianças, de 1 a 5 anos, e funciona em tempo integral. Os pequeninos farão, pelo menos, cinco refeições por dia. Diretora da Dália Menezes, Valnice Nascimento disse que a espera valeu a pena. “Hoje, finalmente, estamos realizando este sonho. Estamos muito felizes e só temos a agradecer pelo comprometimento com a nossa comunidade”, disse.

A nova estrutura possui dois pavimentos e conta com dez salas de aula, com capacidade para 17 alunos cada, além de cozinha, área de serviço, dispensa, lavanderia, sala de freezer, depósito, secretaria, diretoria, seis sanitários para alunos – sendo dois para pessoas com deficiência  –, dois sanitários para funcionários, casa de lixo, casa de gás, pátio coberto, solário e playground.

Para a doméstica Diana Sales, 34 anos, a inauguração representa um peso a menos nas contas da família da comunidade.

“Olha, se tem uma preocupação que nós [mães] temos, é ter com quem deixar nossas crianças para trabalhar. E infelizmente, dinheiro para creche é algo que eu não tenho. Assim como muitas outras mães aqui”, disse ela, que conseguiu matricular a filha de 4 anos na unidade. Moradora do local, a doméstica comentou que ficou surpresa com a reforma. “Nunca pensei que fosse ficar assim, tão bonita”, disse Diana Sales.

A ambulante Rita de Cássia Sousa, 37, reforçou que o novo instrumento trouxe esperança. “Eu vou poder voltar [a trabalhar], finalmente. É horrível não ter como sair, porque não tem quem fique com o seu filho. E também não dá para não trabalhar, senão, a coisa complica do outro lado”, disse ao CORREIO. Rita, que mora sozinha com o filho de dois anos, é separada do pai da criança e mora na vizinhança da creche. “Além de tudo, no quintal de casa praticamente”, comemorou.

João Miguel Neves, de 1 ano, é uma das 200 crianças matriculadas na creche (Foto: Tailane Muniz/CORREIO)

Conforme a prefeitura, de outubro do ano passado até fevereiro deste ano foram entregues 18 escolas, sendo a Dália Menezes a terceira unidade do segmento este ano. “Eu tenho absoluta recordação de como era a Dália Menezes. Era uma unidade que não oferecia a menor condição de oferecer uma educacao digna. Crianças tão pequeninas que, na sua idade, nao têm noção de como a educação vai ser decisiva em suas vidas”, comentou ACM Neto, durante cerimônia de entrega da creche.

Ainda conforme Neto, a necessidade de inaugurar escolas e creches é uma necessidade. “São milhares de pais e mães que precisam sair de casa cedo. Às vezes, muitas vezes, o dia ainda nem clareou. Sabemos da importância deste tipo de investimento para essas pessoas”, salientou o prefeito.

Com 827 m², Centro Municipal de Educação Infantil Dalia Menezes teve o investimento total, segundo ACM Neto, de R$ 2,5 milhões. “Nós investimos em uma estrutura, paisagismo, para que tudo ficasse bonito, como as crianças merecem”, concluiu Neto.

Comentários