23 de julho de 2021 às 18:51
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Cresce mercado de aplicativos em Salvador


Publicado em: 07/04/2018 8:06
Por: AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS


A criação de soluções em aplicativos é tendência para as startups de Salvador.

A Associação Baiana de Startups (Abas) destaca o avanço, ainda que gradual, do desenvolvimento de aplicativos por empreendedores da capital baiana. Para o presidente da entidade, a cidade está engatinhando com bons resultados no mercado de apps, desempenho que ele atribui ao esforço da criação de bons projetos.

Ifba aposta em ferramenta para estimular estudos sobre ciências

“Hoje existem mais pessoas comprometidas. Estão começando a entender que colaboração e cooperação são as palavras-chave desse novo mercado e nova economia”, diz o presidente da entidade, Eduardo Lobo. Segundo ele, a criação de soluções em aplicativos é tendência para as startups de Salvador.

Balanço produzido pelo site do app Annie revela que o quarto trimestre de 2017 teve recorde de downloads de aplicativos: 27 bilhões. No Brasil, dados de 2016 da Fundação Getúlio Vargas mostram que o mercado de aplicativos é um dos mais interessantes aos olhos de empreendedores iniciantes. Tendo em vista que no país são mais de 160 milhões de smartphones ativos.

Os resultados não são à toa. Afinal, quem não gosta de resolver problemas de forma prática? Os aplicativos são grandes aliados para ganhar tempo no corre-corre do dia a dia e, por isso, têm dominado os mercados.

A capital baiana tem bons exemplos: apostando nessa tecnologia, que já deixou de ser apenas um investimento opcional e se tornou uma necessidade nos negócios, o aplicativo MyCond, especializado em gestão condominial, vem se consolidando no estado. Com mais de 15 mil downloads, a desenvolvedora baiana e profissional de TI Ana Rita Oliveira explica que a atualização é a chave de tudo. Ela compara um aplicativo a um produto perecível e afirma que ele tem prazo de validade. “Na área de TI, tudo ocorre muito rápido e a cada nova tecnologia lançada, produtos e serviços simplesmente desaparecem, se tornam obsoletos”, deixa a dica.

Apoio físico

Mas se a atualização é indispensável, ter diferencial nos produtos ofertados também é um grande ponto positivo. O MyCond, além de atender virtualmente, dá apoio físico, é o que conta Ana Rita. “Para atender a um condomínio de grande porte, precisamos ter o suporte adequado, treinamento, material de divulgação e capacidade de customizar o produto para atender às especificidades de cada prédio”.

Outro bom exemplo na Bahia é o QRPoint, aplicativo que chega para modernizar uma rotina bem antiga das empresas, que é registrar o ponto. Ele transforma o processo em algo simples, além de oferecer informações para relatórios úteis para a gestão da empresa.

Para um dos criadores do app, Rodolfo Kobus, a ideia deu certo porque realmente resolve o problema do mercado. “Poucas barreiras de entrada, baixo custo, simplicidade e agrega valor aos negócios do cliente”, diz.

Comentários