sábado, 24 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Em meio a cortes salariais, prefeitura quer criar novas secretarias

Proposta do Executivo é implementar pasta da Segurança Pública e de Cultura

A Prefeitura de Jacobina enviou para a Câmara Municipal da cidade um projeto para a criação de duas novas secretarias para o município: da Segurança Pública e de Cultura. No entanto, a medida vem sendo criticada pelos vereadores pelo fato de a gestão municipal atrasar salários de servidores.

Para a secretaria de Cultura, que antes era vinculada à pasta da Educação, a gestão municipal prevê a criação de 12 cargos, excluindo o de diretor-geral de cultura, e criando o cargo de secretário. A criação da Secretaria de Segurança Pública e Cidadania prevê a criação de 9 novos cargos na estrutura do município.

No entanto, a gestão municipal, comandada pelo prefeito Tiago Dias (PCdoB), passa por momentos financeiros conturbados ao longo do ano, como denunciou o vereador Carlos de Deus (PCdoB) em vídeo no Instagram. Ele é ex-aliado do gestor e ex-secretário, atualmente rompido politicamente.

“Já foi feito audiência nesta casa e mostrado que o município deve R$ 20 milhões só de débito empenhados. O município passa pela pior crise financeira da sua história, longe de qualquer outra. Cada secretaria dessas vai criar despesa de, no mínimo, R$ 50 mil, para os cofres públicos. Isso é custo, é gasto”, defendeu o vereador, apontando os cortes salariais feitos pela gestão municipal em determinadas áreas.

“Como que a gestão que está devendo na praça toda, tem um carro velho, e quer ‘trocar para um carro do ano?’ Sem pagar o que deve? É inaceitável, é lógica”, pontuou o parlamentar. A gestão rebaixou o salário dos prestadores, de um salário mínimo para R$ 580, meio salário, e nem esse eles conseguem pagar. O município deve R$ 400 a mil, R$ 600 mil a outro, R$ 1,2 milhão a outro. A gente não vê a luz no fim do túnel. Não sei como o prefeito vai conseguir fechar as contas no final do ano e ainda quer criar novas secretarias”, completou.

Medida vem sendo criticada pelos vereadores pelo fato de a gestão municipal atrasar salários de servidores – 

Arquivos