segunda-feira, 15 abril, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

‘Governo da Bahia aumenta imposto novamente e preço do pão vai subir

Caso foi exposto pelo uma grande empresa do setor de alimentação de Salvador

O deputado federal Paulo Azi, presidente estadual do União Brasil, disse nesta terça-feira que o preço de diversos produtos alimentícios, entre eles o pão, vai subir por culpa do governo do estado. Isso acontece, explica o parlamentar, em função do aumento do ICMS de 4% para 20,5%.

O caso foi exposto pelo uma grande empresa do setor de alimentação de Salvador, que informou aos colaboradores, através de nota interna, o aumento no preço dos produtos. “O imposto, que era aplicado pelo governo em 4%, aumenta para 20,5% em produtos de mercearia, laticínios, congelados, frios e fatiados”, diz a nota da empresa.

“O preço do pão vai subir por culpa do governo do estado, que, numa sanha arrecadatória, aumenta imposto sem se preocupar com as consequências disso para a população. Quem paga essa conta são as pessoas, principalmente aquelas que mais precisam, que vão sentir na pele esse novo aumento do ICMS na Bahia”, criticou o deputado.

Na nota, a empresa citada diz que o aumento no preço será repassado ao consumidor. A nota diz que, “infelizmente, devido ao expressivo aumento da carga tributária, no setor de padarias e delicatessen, tornou-se cada vez mais desafiador” manter os preços competitivos.

Paulo Azi ressalta que o governo do estado vai na contramão das necessidades da população. “Logo eles que dizem cuidar de gente, mas, na verdade, não têm o menor pudor na hora de aumentar impostos e deixar o preço dos alimentos mais caro. Comida é uma necessidade básica, mas o governo parece não se importar”, disse.

Foto: Divulgação/Assessoria

Arquivos