7 de julho de 2022 às 13:01
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Kiki aponta ‘hipocrisia’ do PT por silêncio sobre aumento nos ônibus metropolitanos


Publicado em: 08/06/2022 16:11
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


‘Criticaram o novo valor da passagem em Salvador e tentaram jogar a culpa no colo da prefeitura’, argumentou o vereador

Vice-líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Kiki Bispo (UB) cobrou coerência do PT e aliados diante do aumento da tarifa dos ônibus metropolitanos aprovado pelo governo estadual.

“Infelizmente, não surpreende a hipocrisia do PT. Criticaram o novo valor da passagem em Salvador e tentaram jogar a culpa no colo da prefeitura, mesmo sabendo que o setor passa por uma crise geral. Agora, vão ficar em silêncio com o aumento autorizado pelo governo Rui Costa (PT), em percentual até mesmo superior ao que ocorreu na capital”, afirmou o edil, que também apontou diferenças na qualidade do serviço oferecido na capital e no estado.

“Salvador teve 169 novos ônibus com ar condicionado no ano passado e vai adquirir mais 170 veículos climatizados este ano. Na contramão disso, o sistema metropolitano está sucateado, com ônibus velhos que até não oferecem segurança para os usuários. Sem contar que o sistema deles não tem licitação, só autorização”, disse o vereador.

Kiki cobrou dos aliados do PT também que solicitem uma investigação sobre o reajuste aprovado pelo governo do estado, a exemplo do que fizeram em relação à capital. “Eles precisam ser coerentes e cobrar, também, uma investigação sobre esse aumento aprovado por Rui Costa. O PT mostra mais uma vez que não tem limites quando há uma disputa eleitoral em jogo. E agora, vão criticar e investigar o governador pelo aumento da tarifa no sistema metropolitano?”, pontuou.

O vereador criticou ainda a administração de Rui, a quem apontou falta de sensibilidade, por conta da crise dos combustíveis. “O diesel aumentou mais de 120% nos últimos dois anos, o que elevou a arrecadação do governo com ICMS dos combustíveis em quase R$ 2 bilhões no último ano. O governo não pode só pensar em encher os cofres às custas do povo”, disse Kiki, defendendo redução ou isenção da alíquota do ICMS no estado.

Comentários