7 de julho de 2022 às 13:32
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Marinho elogia campanha de ACM Neto: ‘Reúne uma quantidade imensa de pessoas’


Publicado em: 09/06/2022 10:47
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


O deputado também criticou gestão do governador Rui Costa

O deputado federal Márcio Marinho (Republicanos-BA) ressaltou, nesta quarta-feira (8), seu apoio ao pré-candidato ao governo da Bahia ACM Neto (UB). Marinho conversou com o bahia.ba durante evento de entrega de 18 veículos do programa Alimenta Brasil pelo ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, no Senai Cimatec, em Salvador.

“Das caminhadas que temos dado, das idas ao interior do estado com o pré-candidato ACM Neto, está sendo muito positiva. Veja que Neto hoje não tem mandato, nem como prefeito nem como governador, e consegue reunir uma quantidade imensa de pessoas que estão abraçando o projeto. Os resultados das pesquisas sempre colocam ACM acima de 50%, um número qualificado de pessoas que realmente, a partir dessa intenção de votos, querem realmente uma mudança, uma renovação, na gestão do Executivo do Estado da Bahia.”

Segundo o deputado, mesmo com as eleições “meio distantes”, a candidatura de ACM “já está mais que sólida”. “Cada vez mais essa candidatura ganha corpo, se fortalece, e tenho certeza de que um cartão de visita para a aceitação e aprovação do nome de Neto como futuro governador não é só por um acaso.”

Marinho acredita que a campanha de ACM Neto tem sido um sucesso por causa das administrações anteriores como prefeito, e por os baianos “reconheceram que precisam dessa gestão para o estado”. “Uma administração positiva, aprovada e que na mesma forma que Neto tratou com muito respeito e muita tranquilidade, as pessoas querem que isso aconteça também no estado.”

Márcio Marinho também pontuou que a “falta de segurança na Bahia” foi causada pela, segundo ele, “má administração da gestão atual.”

“As pessoas estão hoje com medo de sair de casa, com uma insegurança muito grande, e isso infelizmente é a ineficiência da Secretaria de Segurança Pública. O governo tem que ter responsabilidade de assumir que as coisas não estão indo bem. A culpa é de quem tem a caneta na mão, a condição de fazer a transformação, que até agora não fez”.

Para o deputado, não existem mais chances de melhorar a segurança e a educação por parte da atual administração. “Eles estão tentando fazer isso, mas tiveram a oportunidade e tempo para fazer e não conseguiram. Não vai ser em dois meses, três meses que vão conseguir fazer aquilo que não conseguiram em 16 anos de governo.”

Comentários