segunda-feira, 15 abril, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

MP recomenda proibição de celulares em escolas no norte da Bahia

O Ministério Público da Bahia (MPBA) recomendou que escolas públicas e privadas da cidade de Pilão Arcado, no norte da Bahia, proíbam o uso de celulares das salas de aula, a não ser que haja uma autorização prévia para aplicações pedagógicas. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (6) e recomendada pelo promotor de Justiça Sebastião Coelho.

De acordo com o promotor, o uso frequente de aparelhos celulares de forma inadequada durante as aulas “contribui para a dispersão da atenção dos alunos e, consequentemente, afeta o aprendizado dos estudante”.

“É necessária a conscientização dos alunos de que o uso de tais aparelhos no horário das aulas, para fins não pedagógicos, interfere negativamente em seu desenvolvimento, além de prejudicar o trabalho dos educadores e o rendimento das aulas”, destacou ele.

No documento, o MP também recomendou a adoção de medidas como campanhas educacionais e palestras, com o objetivo de conscientizar os alunos sobre os efeitos prejudiciais do celular no processo de aprendizagem. O órgão ainda solicita que o município assegura que os alunos tenham conhecimento da proibição, por meio da afixação de avisos em locais visíveis nas salas de aula, bibliotecas e em outros espaços das escolas.

Foto: Divulgação Luisella Planeta/Pixabay
Gazeta do Povo

Arquivos