segunda-feira, 15 abril, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

“Muita fumaça em torno desse processo”, diz deputado sobre novo Ferry

Parlamentar também criticou a forma que o sistema tem funcionado e ressaltou a urgência da resolução

O deputado Tiago Correia (PSDB) comentou, na manhã desta quarta-feira, 3, sobre o processo licitatório de compra de embarcações novas para o sistema Ferry-Boat, que faz a travessia entre Salvador e a Ilha de Itaparica. Correia acredita que o trâmite possui alguma interferência no andamento para a conclusão.

“O que a gente observa, claro que precisa ser investigado a importância, inclusive do próprio Ministério Pública acompanhar, é que realmente existem indícios de interesses econômicos. Realmente são valores muito altos e há indicativos de que querem inclusive mudar o tamanho das embarcações para atender provavelmente embarcações que já estão aí, preparadas para serem medidas ao estado, essas que não atenderão às expectativas da população e nem atender o desejo inicial do gestor. Difícil a gente afirmar [quem são essas pessoas] não temos provas concretas, mas os indícios são muito grandes, é difícil apontar nomes, mas que existe muita fumaça em torno desse processo e não fumaça do Ferry, que também solta com muita frequência”, declarou, em entrevista ao programa Isso é Bahia, da rádio A TARDE FM.

O parlamentar também criticou a forma que o sistema tem funcionado e ressaltou a urgência da resolução da situação. “O sistema Ferry-Boat é uma novela de mal gosto com todos os baianos que precisam utilizar esse importante meio de transporte, que liga a nossa capital ao baixo sul do estado. Nós vemos o sistema sendo sucateado, em péssimo serviço prestado à população, equipamentos sem nenhum tipo de estrutura, banheiros deploráveis, acidentes, muitos Ferrys à deriva, objetivos ocorrendo durante as travessias realmente é um show de horrores.”

Entre as medidas que o deputado defende é dos representantes estarem mais atentos ao edital e pressionar mais a resolução, principalmente, através do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

“Primeiro, estar atento às condições iniciais deste edital. O que é que foi pedido neste edital inicialmente? Quais critérios foram adotados para que não haja mudanças? Acompanhar de perto se os participantes vão atender a essas condições ou vão querer mudar as regras durante o jogo, que aí com certeza fica claro a intenção de burlar o que o gestor do governo de Estado queria, que é resolver esse problema comprando duas nova embarcações, então realmente precisa ficar muito atento”, disse.

Entre as medidas que o deputado defende é dos representantes estarem mais atentos ao edital e pressionar mais a resolução

Entre as medidas que o deputado defende é dos representantes estarem mais atentos ao edital e pressionar mais a resolução|  Foto: AscomALBA/AgênciaALBA

Além disso, o parlamentar acrescentou que os agentes públicos, incluindo ele, devem um pedido de desculpas à população pelo “péssimo serviço prestado do Ferry-Boat, não só esse ano, mas é um serviço que se arrasta por muito tempo”.

“Piorou muito depois que privatizou já foram várias denúncias em torno desses grupos que administraram e administram o sistema que não atendem o que é requisitado pelos contratos estabelecidos pelo governo do estado, são muitos interesses econômicos”, evidenciou.

“Estaremos atentos cobrando, inclusive eu vou oficializar ao Ministério Público para que acompanhe de perto esse processo. Acredito que já esteja acontecendo, mas não custa nada encaminhar um ofício para pedir que acompanhe de perto e dizer que estaremos atentos a esse processo licitatório para tentar minimizar o surgimento de tantos baianos e baianos que dependendo, inclusive alguns diariamente porque moram na ilha e trabalham aqui ou vice-versa e precisam fazer o uso do sistema por que não tem outra alternativa para atravessar a baía de todos os santos”, concluiu.

Entre as medidas que o deputado defende é dos representantes estarem mais atentos ao edital e pressionar mais a resolução|  Foto: AscomALBA/AgênciaALBA

Arquivos