domingo, 19 maio, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Ônibus saem de garagens em Salvador após paralisação

Saída começou por volta das 8h; rodoviários pedem melhores condições de trabalho

Os ônibus começaram a sair de duas garagens em Salvador nesta terça-feira (30) após os rodoviários atrasarem as saídas dos coletivos. Os veículos só deram início ao itinerário às 8h, somando cerca de 4h de atraso.

A categoria pede melhores condições de trabalhos e se reuniu na madrugada, em assembleia na Plataforma G2, no bairro de Pirajá, para definir as próximas mobilizações da categoria. Os ônibus que saem da G1 Ottrans, em Campinas de Pirajá, também tiveram a operação atrasada.

Foram afetados passageiros nos bairros de Cajazeiras, Estação Mussurugna, Boca da Mata, Pau da Lima, Sete de Abril, Nova Brasília, Jardim Nova Esperança, Jardim das Margaridas, Conjunto Pirajá, Marechal Rondon e Fazenda Grande do Retiro.

Sindicato das Empresas reclama

O diretor do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Seteps), Jorge Castro, afirmou que irá acionar à Justiça devido à paralisação dos rodoviários.

A justificativa é que as ações dos trabalhadores causaram “prejuízos imensuráveis” e a categoria irá cobrar as perdas e danos.

“Consideramos isso um desrespeito à população e ao processo das negociações”, afirma o porta-voz. Os dois lados terão uma nova rodada de negociação na próxima quinta-feira (2).

Castro, no entanto, informou que as condições apresentadas pelas empresas só serão divulgadas após a reunião.

Ponto de ônibus em Salvador Crédito: Arisson Marinho / CORREIO

Arquivos