quarta-feira, 21 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

PF identifica fraude de R$11 milhões na previdência social

A Polícia Federal realiza na manhã desta quarta-feira (21) operação de combate à fraudes na Previdência Social em
suas cidades da Bahia: Mascote e Itabuna, ambas no Sul do estado. A PF, junto com a Secretaria de Previdência do
Ministério da Fazenda, cumprem dois mandados de busca e apreensão nas cidades com o objetivo de desarticular grupo
criminoso que, desde 2008, vinha fraudando benefícios previdenciários nas cidades.

A Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda estima que a fraude já gerou um prejuízo de R$ 11, 4 milhões. “As investigações foram iniciadas em meados de 2017 e permitiram constatar que funcionários da Prefeitura Municipal de Mascote inseriam vínculos empregatícios falsos, através de GFIP (Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social), no intuito de criar tempo de serviço fictício e, com isso, obter benefícios previdenciários”, afirmou a PF, em nota.

A operação conta com a participação de Policiais Federais da Delegacia de Ilhéus e de servidores da Representação da Coordenação de Inteligência Previdenciária da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.

Os investigados responderão pela prática dos crimes de estelionato qualificado e inserção de dados falsos em sistema de informações.

O CORREIO entrou em contato com as prefeituras de Itabuna e Mascote, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Arquivos