sábado, 24 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Projeto apoiado pelo Fundo de Cultura recebe Rebeca Matta e Manuela Rodrigues

O Lálá Multiespaço recebe apresentações das cantoras Rebeca Matta e Manuela Rodrigues nesta sexta-feira e no sábado (23 e 24). Os shows fazem parte da programação do projeto LáláB – Pague Minha Pauta e os ingressos para cada apresentação custam R$ 10 e R$ 5 (meia).

Acompanhada de Luisão Pereira (baixo e sintetizador) e Ênio Nogueira (guitarra e programações), a cantora, compositora e artista plástica Rebeca Matta acolhe a proposta do projeto de ser espaço para laboratório e faz experimentações a partir de seu repertório autoral, criando novas sonoridades e arranjos. Na sexta, ela se apresenta às 22h, enquanto no sábado o show acontece às 20h.

A cantora e compositora Manuela Rodrigues apresenta canções dos seus três discos e inéditas no formato voz e piano. O show dá início a uma nova fase do trabalho da artista, que vem experimentando novas sonoridades tendo o piano como instrumento de base. A proposta é mostrar as canções em formatos minimalistas, onde o instrumento pode aparecer sozinho ou combinado a outros. As apresentações, que terão a participação especial do instrumentista Thiago Trad na percussão, acontecem na sexta, às 21h, e no sábado, às 22h.

Além dos quatro shows, Rebeca e Manuela realizam juntas um bate-papo aberto ao público sobre seus processos de produção, distribuição e circulação da música, na sexta, às 20h, com entrada franca.

Projeto

As apresentações fazem parte do projeto LáláB – Pague Minha Pauta, que realizará 40 shows e quatro oficinas, este ano, até abril, no espaço cultural no Rio Vermelho. Com o apoio financeiro do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo de fomento das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz) e de Cultura (Secult), por meio do Edital de Dinamização de Espaços Culturais, executado pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), as ações têm realização do Lálá com produção da Maré Produções Culturais.

Fundo de Cultura

Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico e culturais baianas, o Fundo de Cultura é administrad pelas secretarias estaduais de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz). O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em quatro linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação –‘ Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos’; ‘Eventos Culturais Calendarizados’; ‘Mobilidade Artística e Cultural’ e ‘Editais Setoriais’. Mais detalhes podem ser acessados no site da Secult.

Arquivos