domingo, 19 maio, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Relógio de São Pedro é entregue totalmente restaurado e automatizado

No mesmo contrato que previu a restauração do Relógio, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) englobou outros serviços de restauro

O Relógio de São Pedro foi restaurado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), vinculada à prefeitura de Salvador, através da Alma Arquitetura e Restauro. Com um investimento aproximado de R$ 70 mil, além do restauro, o monumento foi totalmente automatizado.

Durante o processo de restauração, foram realizadas várias etapas, incluindo a limpeza e recomposição do rejuntamento, envernizamento protetivo e o restauro do gradil que circunda o monumento. Além disso, o Relógio de São Pedro passou por uma modernização essencial, com a automatização de seu mecanismo, incluindo a instalação de motores elétricos.

Desde sua inauguração em 1916, o Relógio de São Pedro tem sido uma testemunha silenciosa da evolução de Salvador. Encomendado pelo administrador Joaquim José Seabra, popularmente conhecido como J.J. Seabra, foi fabricado na França por Henri Le Pante e instalado sobre uma escultura pelo italiano Pasquale De Chirico. Sua estrutura, composta por uma escultura em bronze, quatro atlantes que sustentam um globóide com os quatro relógios e uma coluna clássica, reflete a riqueza arquitetônica e artística da época.

No mesmo contrato que previu a restauração do Relógio, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) englobou outros serviços de restauro, já devolvidos à cidade: Monumento à Fundação da Cidade do Salvador, localizado no Porto da Barra, os quatro Bustos dos Heróis da Revolta dos Alfaiates, na Praça da Piedade, e a Efígie de Rubem Dário, no Morro do Ipiranga, na Barra. Este esforço na preservação do patrimônio, reflete o compromisso da Prefeitura de Salvador em honrar sua história e sua cultura.

O Relógio de São Pedro foi restaurado e automatizado Crédito: Jefferson Peixoto/Secom PMS

Arquivos