18 de agosto de 2022 às 16:25
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Rui prega união entre pequeno e grande agricultor e anuncia flexibilização da irrigação


Publicado em: 01/06/2022 13:56
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


‘Acho que é plenamente possível juntar o grande e o pequeno, compartilhar ações, tecnologia, conhecimento’, defendeu o governador no oeste baiano

Em visita a Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, na manhã desta quarta-feira (1º), o governador Rui Costa (PT) defendeu a união entre a agricultura familiar e os grandes produtores, além destacar a importância de investimentos em pesquisa e tecnologia para fortalecer a agroecologia e ampliar os lucros do setor. As declarações antecedem a abertura oficial da Bahia Farm Show.

“Aqui eu reitero a nossa compreensão, porque muita gente Brasil afora, e neste país hoje que se faz apologia à ignorância, à negação da ciência, e a polarização, eu prego justamente o contrário”, disse o petista à imprensa, em referência ao discurso do presidente Jair Bolsonaro (PL), mas sem mencionar o nome do chefe do Executivo.

“O nosso país é muito rico, rico em potencial, rico em gente querendo trabalhar. Ao contrário de distanciar pessoas, de criar antagonismo entre o pequeno e o grande, entre regiões, entre pessoas, eu prego a união, a junção. Acho que é plenamente possível juntar o grande e o pequeno, compartilhar ações, tecnologia, conhecimento. É possível juntar, ao invés de dividir”, defendeu Rui, citando programas e consórcios firmados entre o governo da Bahia e os empresários, iniciativas, que, segundo ele, ampliam a infraestrutura para escoamento da produção e representam “o maior investimento da história da bahia na agricultura familiar”.

“Sao R$ 2,5 bilhões aplicados ao longo desse meu governo para apoiar com assistência técnica aos produtores, para que eles incorporem conhecimento, tecnologia, hoje já difundida com os grandes produtores, apoiando o beneficiamento dessa produção com as agroindústrias, apoiando na comercialização da produção, enfim, nós acreditamos nisso, na união do grande e do pequeno. Na viabilidade da agricultura familiar no Brasil, com a agricultura grande, produtiva, em larga escala”, salientou o governador, destacando também o potencial da agroecologia para aumentar produtividade e reduzir custos, a partir do equilíbrio ambiental. “Nós acreditamos na compatibilização entre a produção agrícola sofisticada, com técnica, e o meio ambiente”, disse Rui.

Na ocasião, o governador anunciou ainda que a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) irá adotar novos parâmetros a respeito da irrigação. Segundo o gestor estadual, a mudança vai permitir “maior flexibilidade e maior volume do uso da água para irrigação, inclusive com maior flexibilidade com relação ao distanciamento de poços. Tudo isso lastreados em estudos específicos que cada produtor fará para apresentar”.

“É esse estado moderno, esse país moderno que temos que dar as mãos e construir. A ignorância, o não trabalho não leva ninguém a lugar nenhum. E o emprego e a renda nos principais lugares do mundo e do planeta hoje está sendo disputada palmo a palmo, com uso de educação, de pesquisa e ciência. Quem vai ficando cada vez mais com a parcela maior da renda no mundo é quem está investindo em pesquisa, educação e ciência”, concluiu Rui Costa.

Comentários