quarta-feira, 24 julho, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Salvador Foto Clube celebra 18 anos com lançamento de livro sobre cotidianos da Bahia no Palacete das Artes

No Dia Mundial da Fotografia, clube baiano de fotógrafos celebra a maioridade com lançamento de livro e exposição no Palacete das Artes

O Salvador Foto Clube, primeiro clube de fotografia de Salvador, completa 18 anos na data em que é celebrado o Dia Mundial da Fotografia. Para comemorar a maioridade, o grupo realiza o lançamento do livro Cotidianos para Guardar – Bahia, dia 19 de agosto, às 19h, com curadoria de Fábio Gatti. As imagens dos 51 fotógrafos, membros do clube, retratam os mistérios do cotidiano na Bahia. As páginas do livro podem ser visitadas durante a exposição disponível na sala Mansarda, no Palacete das Artes, no dia 19/08, em evento apenas para  convidados, e do dia 20/08 até o dia 25/09 será aberto ao público. A versão digital do livro estará disponível, gratuitamente, a partir do dia 19 de agosto, no site www.salvadorfotoclube.com.br.

Romper o já visto por meio de um discurso visual e mostrar o invisível sobre o dia a dia, essa é a tônica do projeto Cotidianos para guardar – Bahia. “A nossa intenção é olhar para a Bahia de maneira a vencer a imagem meramente turística, enfadonha e obediente ao programa inscrito no aparelho fotográfico e na cabeça das pessoas”, comenta Fábio Gatti, artista visual, professor e curador do projeto.

07 Thiago Paranhos_Carrinho de Café_Rua Chile_2021 - Thiago Souza.jpg
Carrinho de café na Rua Chile. Foto: Thiago Paranhos

A ideia foi trabalhar com o arquivo de cada fotógrafa(o) integrante do Salvador Foto Clube, esmiuçar as imagens existentes, dar a ver o que se esconde sobre a Bahia nesses amontoados de fotografias deixadas na memória eletrônica dos HDs. “Pensar o dia-a-dia e, com ele, alcançar os arquivos fotográficos foi um exercício de memória que pressupôs engajamento e atenção visual para não deixar de lado o mais importante: o mistério do cotidiano”, explica Gatti.

O Salvador Foto Clube

O SFC atua com o objetivo de promover atividades voltadas ao fomento e qualificação da arte fotográfica, congregando fotógrafos amadores e profissionais com uma grande troca de informações, experiências, estudos e conhecimentos comuns. “Somos um clube de fotografia pioneiro na Bahia, que atravessa quase duas décadas e se mantém inovador, robusto e consistente, acompanhando o que há de mudança na arte, alinhado à contemporaneidade artística, promovendo intercâmbio com alguns artistas visuais brasileiros como: Alexandre Sequeira, Lilian Barbon, Fred Gustavos, o curador Fábio Gatti, dentre outros”, comenta Marta Suzi, presidente do Salvador Foto Clube.

A criação do clube possibilitou a participação nas Bienais de Arte Fotográfica promovidas pela CONFOTO, conquistando visibilidade e premiações importantes. “Foi também o Foto Clube responsável pela única Bienal já realizada na Bahia, no icônico Forte São Marcelo, e vem se mantendo como uma forte expressão artística, com a participação expressiva de seus sócios e sócias, não só nas bienais, como em festivais, salões, concursos nacionais e internacionais”, conta Marta.

É fundamental ratificar o compromisso, ao longo da atual gestão, em estabelecer diálogos com a fotografia que ultrapassassem seu conhecimento técnico e apontem para sua existência enquanto uma linguagem. “Agradecemos a todos que acreditaram neste projeto e fazem parte de sua realização, e desejamos vida longa ao Salvador Foto Clube e à fotografia baiana”, conclui.

038 AdriellyMartins_EscaladaIluminada_PortoDaBarra_2022 - Adrielly Martins.jpg

Escalada iluminada. Foto: Adrielly Martins

O cenário da fotografia na Bahia

Segundo a fotógrafa e advogada, Sara Nacif, o que faz a Bahia especial é a luz incrível que o lugar tem, a natureza exuberante e a variedade surpreendente de eventos culturais e religiosos. “Precisamos de a exemplo de outras cidades com o porte de Salvador, cursos de longa duração para formação de quem busca entrar nesse mercado, que ofereça uma formação mais abrangente”, comenta Sara.

Para o fotógrafo e juiz, Vicente Reis, a melhoria da fotografia baiana passa por um incremento de cursos, workshops, palestras, saídas fotográficas, intercâmbios com outros Estados e países, e isso melhor ocorre com a atividade fotoclubista, a exemplo do que vem sendo feito pelo SFC. “É importante também haver mais fotoclubes no Estado e mais pessoas neles associados”. Para ele, o fotógrafo baiano é seguramente um dos melhores do Brasil, seja pelo talento, criatividade, cenários e personagens para retratar, “afinal a Bahia é um lugar especial”, completa Reis.

Serviço:
Exposição:
 Cotidianos para Guardar – Bahia
Fotógrafos: Adrielly Martins, Alex Dantas, Allan Nogueira, Amadeu Martinez, Ana Kruschewsky, Ana Lucia Pinheiro, André Fernandes, Antonio Jorge Bittencourt Studart, Antonio Marcos Lyra, Bruno de Ataíde Góes, Carlos Corrêa Ribeiro Luz, Cesare Simioni, Claudio das Virgens, Conceição Gaspar, Cristiane Nunes de Melo, Denise Luz, Emmanuel Isaías de Souza Correia, Fernanda Vasconcellos, Fernando Antônio, Gabriel Pinheiro, Gabriela Matoso, Gil Ramos, Gustavo Góes, Gustavo Machado, Henrique Paraguassú, Isadora Rocha, Isolda Macedo, Ivana Coutinho, Jeferson Effren, Lívia Oliveira, Loda, Luciana brito, Luiz Augusto Magina, Marcos Barbosa, Marta Suzi, Mateus Morbeck, Nayara Rangel, Nilson Reis, Rejane Alice, Reutter Grasso, Roberto Faria, Sandra Coelho, Sara Nacif, Suyanne Andrade, Tânia Regina Marques da Silva, Técia Borges, Thiago Paranhos, Ulisses Lima,Ulla Czekus, Vânia Viana, Vicente Reis.
Curadoria: Fábio Gatti
Vernissage para convidados: 19 de agosto às 19h.
Visitação: 20 de agosto a 25 de setembro de 2022
Local: Palacete das Artes – Sala Mansarda
Endereço: R. da Graça, 284 – Graça, Salvador – BA,
Telefone:  (71) 3117-6987
Classificação indicativa: livre

Arquivos