quarta-feira, 21 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Secretários da Saúde e Justiça doam sangue e convocam a população

Enquanto a folia não começa oficialmente, a solidariedade é quem comanda a festa no Hemocentro Coordenador da Fundação Hemoba, em Salvador. E, já no clima do bloco do amor ao próximo, na manhã desta terça-feira (06), a secretária da Saúde da Bahia, Roberta Santana, e o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Felipe Freitas, foram até o local para doar sangue e ajudar a salvar milhares de vidas. A comitiva da Sesab ainda contou com a presença do subsecretário da Saúde, Paulo Barbosa, e de representantes de diversos setores da pasta da saúde.
No fim de janeiro, a Fundação Hemoba lançou a campanha “A alegria do Carnaval tá no nosso sangue”, que busca mobilizar os voluntários com intuito de atender as demandas regulares, como cirurgias programadas, tratamentos de hemodiálise e quimioterapia, além de assegurar estoques seguros para situações de emergência durante as festividades.
A secretária Roberta Santana lembrou que a doação regular de sangue é um dos meios mais eficazes para manter o estoque de sangue em nível seguro. “É o nosso compromisso enquanto cidadãos. A doação pode salvar inúmeras vidas e, por conta disso, hoje eu faço esse chamamento para a população de Salvador e das cidades do interior: vamos doar sangue, vamos salvar vidas! Tive o prazer de realizar a minha doação de forma rápida, segura e com toda a informação e apoio dessa turma bacana da Hemoba”, comemorou.
Em 2023, houve um aumento de 8,27% de voluntários à doação de sangue em relação a 2022. No ano passado, 173.409 candidatos compareceram às unidades de coleta, com 130.168 considerados aptos, enquanto em 2022, foram 160.164 atendimentos, com 118.806 doações efetivadas. De um ano para o outro, houve um crescimento de 9,56% de bolsas de sangue coletadas.
Apesar da alta no número de doações, o estoque de alguns tipos de sangue se mantém baixo, principalmente por conta do aumento da demanda das unidades hospitalares após a pandemia da Covid-19. Atualmente, a Hemoba está com níveis críticos para os tipos A+ e O+.
“Estive aqui a convite da secretária Roberta para esse ato de solidariedade. É importante que os bancos de sangue estejam abastecidos para o período da festa. Hoje, eu faço um convite para quem ainda não fez a sua doação: venha, doe sangue e ajude a salvar vidas”, pontuou o secretário Felipe Freitas.
Segundo Luiz Catto, diretor geral da Hemoba, os homens podem doar sangue até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias entre as doações, e as mulheres podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias entre as doações.
Critérios para doação
Para doar sangue, o candidato tem que estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 kg e ter idade entre 16 e 69 anos. Lembrando que menores de 18 anos devem ir acompanhados dos pais ou responsável legal, e idosos acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado anteriormente.
No dia da doação, o voluntário não pode estar em jejum, nem ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e nem ter fumado por pelo menos duas horas antes do procedimento, além de ter dormido por no mínimo seis horas na noite anterior. Também é recomendável evitar alimentos gordurosos nas últimas 4 horas anteriores ao procedimento.
Doar sangue é um procedimento rápido, simples e seguro. Vale frisar que todo material utilizado para a coleta é descartável, evitando assim o risco de contaminação. Para doar, é necessária apresentação de um documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.
É possível ter acesso à lista completa de postos de doação em Salvador e nas cidades do interior, bem como horários de funcionamento através do link. (https://l1nk.dev/ov7fM)
Fotos: Bárbara Silveira/SAÚDE GOVBA

Arquivos