24 de janeiro de 2022 às 01:36
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Semana define os caminhos da disputa entre Rui e Neto


Publicado em: 02/04/2018 10:27
Por:


O Prefeito ACM Neto anuncia esta semana sua decisão de concorrer ou não eleições de 2018. Neto faz suspense até o último minuto, mas é consensual que o Prefeito deixará a Prefeitura até o dia 7 para assim disputar o governo do estado.  A maratona de inaugurações e a ordem de serviço para obras como o BRT não deixam dúvida das intenções de Neto.

Ao assumir que é candidato, Neto vai acelerar as negociações em torno da chapa de oposição que vai disputar com o governador Rui Costa. O nome do Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, já está definido para uma das vagas no Senado, e ele também deixará o cargo até 7 de abril para concorrer.

As duas vagas restantes são objeto de negociação. Nos bastidores é dado como certo que o PR vai apoiar o Prefeito e o deputado José Rocha seria o candidato ao Senado. A vaga de vice seria destinado ao empresário Gercino Coelho, que teria a vantagem de trazer o apoio político do ex-governador Nilo coelho, além de um apoio financeiro inestimável já que candidatos podem investir recursos sem limite na própria campanha. O deputado José Rocha nega e Gercino Coelho mantém o discurso de que quer distância da política.

Na área governista, não há mais dúvida: a vaga de vice-governador fica para o atual vice, João Leão, do PP, uma das vagas para o Senado vai para o ex-governador Jaques Wagner e a outra será definida pelo Senador Otto Alencar, que comanda o PSD. Tudo indica que o escolhido será o Presidente da Assembleia, Angelo Coronel, mas, vez por outra, outros nomes aparecem no xadrez do partido, a exemplo do atual secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Deputado Angelo Coronel: peça de equilíbrio no tabuleiro político

O nome de Wagner pode sair do tabuleiro, caso a operação Cartão Vermelho avance, e, para não desgastar a chapa, o ex-governador poderia optar por uma candidatura à Câmara Federal. Nesse xadrez tem uma peça do lado de fora do tabuleiro, mas que vem se posicionando de maneira competente: a senadora Lidice da Mata. Lidice luta pela a vaga na chapa de Rui, mas pode sair com uma candidatura avulsa, o que traria incerteza para a chapa governista, especialmente se o partido da senadora tiver um candidato forte à Presidência, como o ex-ministro do Supremo, Joaquim Barbosa.

A semana vai ser quente na política baiana e vai ferver na política nacional, com a decisão sobre o Habeas Corpus do Presidente Lula. O resultado terá impacto imediato na política baiana, pois se o HC não for concedido, o que resultará na prisão iminente de Lula, o governador Rui Costa passará a defender imediatamente o apoio do PT ao candidato Ciro Gomes.(EP)

Comentários