quarta-feira, 21 fevereiro, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Transalvador intensifica fiscalização de motociclistas

Intensificação será até o fim de dezembro

A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) vai intensificar as ações de fiscalização junto aos motociclistas nas principais vias da capital baiana até o fim de dezembro, quando, estatisticamente, observa-se um aumento na ocorrência de acidentes graves envolvendo motos.

A medida visa conter o avanço no número de casos: somente de janeiro a novembro deste ano, 56 motociclistas perderam a vida em decorrência de sinistros de trânsito em Salvador. O número representa 57% do total de vítimas fatais registradas nesse período (99 mortes).

O excesso de velocidade e outras imprudências têm feito com que os motociclistas ocupem o primeiro lugar no ranking de mortalidade no trânsito da capital baiana. O cenário é preocupante tendo em vista que houve um aumento significativo em relação ao mesmo período de 2022, quando foram registradas 46 ocorrências desse tipo.

“Com as confraternizações e festas de fim de ano, aproveitamos para fazer um alerta à população, em especial aos motociclistas que continuam sendo os que mais morrem no trânsito da nossa capital. Lembramos que o excesso de velocidade, o consumo de bebida alcoólica, a imprudência e o uso do celular são os principais fatores de risco de acidentes. Queremos que todos possam usufruir desses momentos com segurança, o que só é possível caso as regras de trânsito sejam respeitadas”, explica o superintendente da Transalvador, Decio Martins.

Abordagens e líderes de acidentes

De janeiro a novembro de 2023, mais de 57 mil condutores foram abordados em operações feitas pelas equipes da Transalvador. Desse total, cerca de 11 mil eram motociclistas. Nas abordagens, os agentes de trânsito observam o uso dos equipamentos obrigatórios de segurança, a exemplo de capacete e cinto, as condições de trafegabilidade do veículo, e também realizam testes de alcoolemia.

A Avenida Luís Viana Filho, a Paralela, lidera a lista das vias com o maior número de motociclistas vitimados em sinistros, totalizando 266 vítimas, sendo três delas fatais. Já a Avenida Afrânio Peixoto, a Suburbana, tem o maior registro de fatalidades, com seis mortos, e 110 feridos. Em seguida, aparecem as avenidas Antônio Carlos Magalhães (ACM), Octávio Mangabeira, Tancredo Neves e Gal Costa.

Conscientização

As abordagens preventivas para conter o aumento do número de acidentes fatais com motociclistas somam-se ao trabalho desenvolvido ao longo do ano pelo órgão de trânsito para conscientizar esse público. Em setembro, como parte da Semana Nacional do Trânsito 2023, a Prefeitura de Salvador, por meio da Transalvador, lançou uma campanha de comunicação abordando os perigos do excesso de velocidade cometida pelos motociclistas. A ação, que contou com o apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, foi veiculada na TV aberta, rádio, jornais de grande circulação, sites noticiosos e nas redes sociais.

Os materiais educativos da campanha foram distribuídos aos condutores em uma ação conjunta de prevenção de condutas irresponsáveis no trânsito que a Transalvador promoveu também em setembro. A operação “Força Conjunta” uniu representantes da autarquia municipal com integrantes das Polícias Rodoviárias Federal e Estadual, do Esquadrão Águia da PM e da Guarda Civil Municipal (GCM) em uma blitz especial.

Transalvador intensifica fiscalização nas vias de Salvador. Crédito: Jefferson Peixoto/Secom PMS

Arquivos