domingo, 23 junho, 2024

EXPEDIENTE | CONTATO

Vitória empata sem gols com o Cuiabá no Brasileirão

Leão fez jogo fraco e pecou nas finalizações na Arena Pantanal

No duelo de desesperados no Campeonato Brasileiro, Vitória e Cuiabá não passaram de um fraco 0x0, na noite desta quarta-feira (5), na Arena Pantanal, em duelo atrasado da segunda rodada do torneio. Quem esperava o primeiro triunfo do Leão na Série A, viu um time pouco criativo e que pecou na pontaria nas melhores chances que teve.

O resultado não foi bom para nenhuma das equipes. Com apenas dois pontos em sete partidas, o Vitória continua afundado na zona de rebaixamento, na 19ª colocação. Já o Cuiabá, somou o seu primeiro ponto na competição e é o lanterna.

Para piorar, a situação do rubro-negro segue cada vez mais delicada. Além de ainda não ter vencido na primeira divisão, a equipe não sabe o que é ganhar um jogo há dez partidas na temporada. A última vez foi em março, no primeiro jogo da final do estadual.

Cada vez mais pressionado, o Leão terá um novo compromisso fora de casa para tentar uma recuperação. Na terça-feira (11), o rubro-negro encara o Juventude, às 19h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias, pela oitava rodada.

O JOGO

Thiago Carpini promoveu mudanças na tentativa de melhorar o desempenho do Vitória. Além da entrada de Lucas Esteves no lugar do suspenso PK e do retorno de Camutanga na defesa, o treinador montou o Leão com três volantes e um meia. Matheuzinho ganhou as companhias de Willian Oliveira, Luan Santos e Caio Vinícius. Na frente, Osvaldo e Alerrandro formaram a dupla de ataque.

Diante de um cenário nada favorável para as equipes, o Vitória começou a partida marcando no meio-campo, na tentativa de roubar a bola e sair em velocidade. A estratégia fez o Cuiabá ficar com a bola, mas o time do Mato Grosso tinha dificuldade para construir e o duelo ficou morno nos primeiros minutos.

Com Matheuzinho mais encostado nos atacantes, o Vitória teve muita dificuldade para criar no primeiro tempo. Além da pouca presença ofensiva, aos poucos o time começou a ficar amarelado, causando preocupação por conta da quantidade de expulsões que o rubro-negro acumula no Brasileirão. Wagner Leonardo e Caio Vinícius fizeram faltas duras e foram advertidos.

Só a partir dos 25 minutos as equipes se arriscaram um pouco mais. Na trama com Matheuzinho, Alerrandro fez o papel de ponta e cruzou rasteiro para Caio Vinícius. Completamente livre na área, o volante chutou para fora e perdeu um gol incrível.

A resposta do Cuiabá foi rápida. No erro de Wagner Leonardo, Pita ficou no mano a mano com Camutanga, deixou o zagueiro na saudade e soltou a bomba, mas a bola explodiu no travessão, salvando o Leão.

Apesar do desempenho ruim na primeira etapa, Carpini manteve a escalação na volta do intervalo. A postura dos dois times não se alterou muito e o Vitória seguiu mostrando falta de pontaria nas poucas chances que teve. Alerrandro tabelou com Matheuzinho, ganhou da marcação, mas mandou por cima do gol.

Para tentar melhorar a equipe, Thiago Carpini promoveu as entradas de Janderson e Culebra nos lugares de Osvaldo e Matheuzinho, respectivamente. As mudanças não surtiram efeito e o treinador decidiu então mexer na estrutura do time. Jean Mota entrou no lugar de Caio Vinícius com a função de municiar o ataque.

Quem chegou com perigo, no entanto, foi o Cuiabá. Já na reta final Jonathan Cafu fez jogada individual e ficou perto de abrir o placar. O Leão respondeu num chute de fora da área que parou em Walter. Em uma noite de pouca inspiração, os times não balançaram as redes e lamentaram o empate sem gols ao apito final.

FICHA TÉCNICA

Cuiabá 0x0 Vitória – Campeonato Brasileiro (2ª rodada)

Cuiabá: Walter, Raylan (Matheus Alexandre), Marllon, Alan Empereur e Ramon; Lucas Mineiro, Fernando Sobral (Guilherme Madruga) e Max; Eliel (Derik) (André Luís), Pitta e Clayson (Jonathan Cafu). Técnico: Petit.

Vitória: Lucas Arcanjo, Willean Lepo, Camutanga, Wagner Leonardo e Lucas Esteves; Willian Oliveira, Luan Santos (Léo Naldi), Caio Vinícius (Jean Mota) e Matheuzinho (Culebra); Osvaldo (Janderson) e Alerrando (Luiz Adriano). Técnico: Thiago Carpini.

Cartão amarelo: Lucas Mineiro, Raylan e Marllon (Cuiabá); Wagner Leonardo, Caio Vinícius, Luiz Adriano  e Lepo (Vitória)

Público: 3.614 torcedores

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Tiago Gomes da Silva e Hugo Sávio Xavier Correa (trio de Goiás)

VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)

Vitória completou o sétimo jogo sem vencer no Campeonato Brasileiro Crédito: Victor Ferreira/ EC Vitória

Arquivos