18 de agosto de 2022 às 17:46
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

ALBA aprecia hoje PL que altera salários dos professores


Publicado em: 02/04/2022 11:05
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Adolfo Menezes (PSD), convocou uma sessão extraordinária mista (presencial e virtual) para este sábado (2), às 14h, com o objetivo de apreciar projeto de lei, de iniciativa do Poder Executivo, que altera os salários dos docentes da rede pública estadual de ensino.

Trata-se do PL nº 24464/2022, que modifica a Lei nº 10.963, de 16 de abril de 2008. A proposta traz anexo com tabela de vencimentos de professor e coordenador pedagógico do magistério público do ensino fundamental e médio, dos regimes de 20 e de 40 horas semanais. Em seu texto, determina que as despesas decorrentes da aplicação da Lei correrão à conta dos recursos orçamentários próprios, ficando o Poder Executivo autorizado a promover as alterações que se fizerem necessárias.

Em mensagem encaminhada ao Parlamento baiano, o governador Rui Costa explicou que a proposição visa reestruturar os vencimentos dos servidores dessas carreiras, a partir de 01 de março de 2022, cumprindo o Piso Salarial Profissional Nacional – PSPN, estabelecido para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica. Informa ainda que o governo estadual, ao elaborar os estudos para estas alterações das estruturas remuneratórias, considerou a necessidade de se manter o equilíbrio fiscal e a solidez das contas públicas.

“Assim, as alterações das estruturas remuneratórias previstas nesta proposta produzirão um acréscimo na despesa de pessoal, para o exercício de 2022, no valor estimado de R$119.978.154,89 (cento e dezenove milhões, novecentos e setenta e oito mil, cento e cinquenta e quatro reais e oitenta e nove centavos) e, para os anos de 2023 e 2024, R$143.973.785,87 (cento e quarenta e três milhões, novecentos e setenta e três mil, setecentos e oitenta e cinco reais e oitenta e sete centavos) cada”, anotou Rui Costa.

Comentários