30 de julho de 2021 às 14:29
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Artesãos baianos participam de rodada de negócios em Salvador


Publicado em: 19/04/2018 17:10
Por:


Encontro reuniu artesões de 35 lugares na Casa do Comércio

Bolsa de palha de coqueiro, colar de chifre de boi, baianas de acarajé feitas de coco seco. Essas são algumas das peças que estão em exposição na XI Rodada de Negócios de Artesanato da Bahia até o final da tarde desta quinta-feira (19), na Casa do Comércio, Avenida Tancredo Neves, em Salvador.

O evento acontece anualmente e tem o propósito de apresentar os trabalhos de artesões de diversos lugares do estado a lojistas de todo o país.

O encontro faz parte do projeto Brasil Original, que tem uma atuação sistematizada para desenvolvimento de Grupos de Artesanato de Referência Iconográfica na Bahia.

José Geraldo mostra seu trabalho durante evento (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O artesão José Geraldo da Silva veio do interior para divulgar seu trabalho. Ele produz orixás feitos de cerâmica junto com o seu colega, o também artesão Elson Alves dos Santos. A dupla conseguiu vender todas as peças no primeiro dia da rodada.

“Graças a Deus, conseguimos vender tudo. Estar aqui é bom, porque conseguimos divulgar e mostrar a qualidade do nosso produto pra Bahia e pro mundo”, conta Elson.

Já a artesã Mirinha Leal é da capital baiana. Ela trabalha junto com a irmã, produzindo peças de baianas de acarajé com coco. Na rodada, ela apresentou a nova linha dos produtos. “Esta peça nós fizemos especialmente para os turistas. Acho legal participar desse encontro, porque o Sebrae mostra novos compradores pra gente”, afirmou.

Coordenadora de artesato do Sebrae-BA, Tatiana Martins esteve no local para orientar alguns dos participantes. Na ocasião, ela falou sobre o objetivo do evento, que é realizado pelo Sebrae-BA em parceria com o Sistema FAEB/SE.

“A rodada é focada para lojistas. Eles vêm de vários lugares do Brasil para ver os produtos fabricados nos estados. Estão aqui artesões que já passaram por várias capacitações do Sebrae”, explicou Tatiana.

Comentários