7 de julho de 2022 às 13:57
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Dirigido por Wagner Moura, ‘Marighella’ lidera indicações em prêmio de cinema


Publicado em: 14/06/2022 16:41
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Longa concorre em 17 das 31 categorias do Grande Prêmio Brasileiro de Cinema; veja principais categorias

Dirigido por Wagner Moura, “Marighella” é o longa com maior número de indicações na 21ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que divulgou nesta terça-feira (14) os finalistas. De volta ao presencial, a cerimônia de premiação está marcada para 10 de agosto, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo no Canal Brasil.

O filme do também ator baiano concorre em 17 das 31 categorias, com seleção eleita pelos sócios da Academia. Além de Moura, Aly Muritiba, diretor de “Deserto Particular”, representa a Bahia em 3 categorias.

Confira abaixo os indicados nas principais categorias:

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO
“7 Prisioneiros”
“Depois a Louca Sou Eu”
“Deserto Particular”
“Homem Onça”
“Marighella”

MELHOR LONGA-METRAGEM COMÉDIA
“A Sogra Perfeita”
“Depois a Louca Sou Eu”
“O Auto da Boa Mentira”
“Quem Vai Ficar com Mário?”
“Um Casal Inseparável”

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
“8 Presidentes, 1 Juramento – A História de um Tempo Presente”
“A Última Floresta”
“Alvorada”
“Chacrinha, Eu Vim para Confundir e Não para Explicar”
“Cine Marrocos”

MELHOR LONGA-METRAGEM INFANTIL
“Turma da Mônica – Lições”
“Um Tio Quase Perfeito 2”

MENÇÃO HONROSA – LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
“Bob Cuspe – Nós Não Gostamos de Gente”

MELHOR DIREÇÃO
Alexandre Moratto, por “7 Prisioneiros”
Aly Muritiba, por “Deserto Particular”
Anna Muylaert e Lô Politi, por “Alvorada”
Daniel Filho, por “O Silêncio da Chuva”
Daniel Rezende, por “Turma da Mônica – Lições”
Luiz Bolognesi, por “A Última Floresta”

MELHOR PRIMEIRA DIREÇÃO DE LONGA-METRAGEM
Camila Freitas, por “Chão”
Cesar Cabral, por “Bob Cuspe – Nós Não Gostamos de Gente”
Déo Cardoso, por “Cabeça de Nêgo”
Iuli Gerbase, por “A Nuvem Rosa”
Madiano Marcheti, por “Madalena”
Wagner Moura, por “Marighella”

MELHOR ATRIZ
Adriana Esteves, por “Marighella”
Andreia Horta, por “O Jardim Secreto de Mariana”
Débora Falabella, por “Depois a Louca Sou Eu”
Dira Paes, por “Veneza”
Marieta Severo, por “Noites de Alface”

MELHOR ATOR
Antonio Saboia, por “Deserto Particular”
Bruno Gagliasso, por “Marighella”
Chico Diaz, por “Homem Onça”
Irandhir Santos, por “Piedade”
Seu Jorge, por “Marighella”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Bárbara Paz, por “Por que Você Não Chora?”
Bella Camero, por “Marighella”
Carol Castro, por “Veneza”
Claudia Abreu, por “O Silêncio da Chuva”
Zezé Motta, por “Doutor Gama”

MELHOR ATOR COADJUVANTE
André Abujamra, por “7 Prisioneiros”
Augusto Madeira, por “Acqua Movie”
Danton Mello, por “Um Tio Quase Perfeito 2”
Emilio de Mello, por “Homem Onça”
Humberto Carrão, por “Marighella”
Luiz Carlos Vasconcelos, por “Marighella”
Rodrigo Santoro, por “7 Prisioneiros”

MELHOR FILME IBERO-AMERICANO
“A Noite do Fogo”
“Aranha”
“Coração Errante”
“Ema”
“Um Crime em Comum”

MELHOR FILME INTERNACIONAL
“Druk – Mais uma Rodada”
“Duna”
“Meu Pai”
“Nomadland”
“Summer of Soul (… ou, Quando a Revolução Não Pôde Ser Televisionada)”

Comentários