13 de agosto de 2022 às 22:16
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Estadualização de hospital é aprovada na Câmara


Publicado em: 04/08/2022 10:08
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Unidade havia sido municipalizada há 20 anos no governo Paulo Souto

Foi aprovada na Câmara Municipal de Jaguaquara, na noite desta quarta-feira, 3, a estadualização do Hospital Municipal. A votação foi durante sessão de reabertura dos trabalhos Legislativos do segundo semestre. As informações são do blog Marcos Frahm.

A proposta, antes aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde foi levada a votação pelo presidente Nildo Pirôpo (PP), tendo sido aprovada por unanimidade.

O Projeto de Lei Nº 010, de autoria do Poder Executivo ”dispõe sobre a autorização da transferência da gestão administrativa e financeira do Hospital Municipal e da fração municipal da Santa Casa de Saúde Maternidade Maria José de Saúde para o Governo do Estado”.

As mudanças na gestão da unidade hospitalar ocorre após o governador Rui Costa (PT) se comprometer em reassumir, na condição de chefe do Executivo baiano o HMJ, que havia sido municipalizado há exatos 20 anos, em 2002, também em período eleitoral, pelo então governador da Bahia, Paulo Souto, filiado à época ao PFL.

No último dia 23 de julho, em visita ao município, o governador, em ato de campanha do candidato Jerônimo Rodrigues (PT) prometeu que estadualizaria o Hospital.

Em outubro de 2020, o equipamento foi inaugurado pelo ex-secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas na presença do prefeito que exercia o cargo, Giuliano Martinelli (PP), com investimentos de cerca de R$ 6 milhões do Governo, mesmo a unidade sendo municipal. Os gestores, ao longo dos últimos mandatos têm alegado dificuldades financeiras para gerir o Hospital, que custa aos cofres municipais cerca de R$ 700 mil /mês.

Apesar da reforma, a unidade não realiza procedimentos considerados de média e alta complexidade, e os pacientes com casos mais graves precisam ser encaminhados ao Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié.

Comentários