18 de agosto de 2022 às 17:24
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

‘Governador tenta demonizar o centrão tendo o MDB como vice’, critica deputado estadual


Publicado em: 07/06/2022 16:53
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Segundo Tiago Correia (PSDB), além da ‘incoerência da fala’, Rui Costa tenta ‘demonizar’ a política de alianças

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) ironizou nesta terça-feira (7) as declarações do governador Rui Costa de que os adversários do PT fazem a política da “traição”. Em entrevista à rádio Líder FM de Laje, o governador disse que aprendeu a fazer política diferente da ‘turma do centrão’.

“Engraçado o governador falar mal do chamado centrão quando seu candidato ao governo, Jerônimo Rodrigues, tem como vice da chapa alguém do MDB, partido que até outro dia o próprio PT acusava de golpe. Aliás, um partido com o qual o PT governou nacionalmente e também na Bahia por anos”, afirmou Correia.

Para o deputado, além da ‘incoerência da fala’, Rui tenta ‘demonizar’ a política de alianças, ao ver o ‘amplo’ arco de apoios que o pré-candidato ao governo ACM Neto (União Brasil) tem construído. ACM Neto afirma que já tem o apoio de 18 prefeitos entre as 30 maiores cidades do estado, com uma população somada superior a 5,7 milhões de pessoas, o equivalente a quase 40% dos habitantes da Bahia.

“A turma está desesperada ao ver o amplo apoio dos gestores municipais a ACM Neto, o que simboliza o desejo de mudança”, reforçou Correia, lembrando que, durante o período na prefeitura de Salvador, Neto sempre colocou ‘os interesses da cidade acima de quaisquer disputas ideológicas nas relações institucionais com diferentes presidentes da República, inclusive do PT e MDB, como também com o próprio Governador do PT, com quem fez, inclusive, gestão compartilhada na crise do COVID.’

“Maior do que os próprios partidos são as pessoas e as relações pessoais que existem entre nós, que podemos ser ao mesmo tempo adversários políticos, porém amigos que buscam a construção do bem comum” finalizou Correia.

Comentários