29 de junho de 2022 às 12:25
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Imposto de Renda: Confira dicas para fazer a declaração e evitar a malha fina


Publicado em: 30/05/2022 10:50
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Na reta final para a declaração, o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Unijorge explica quais os principais erros e como evitá-los

Faltam poucos dias para o prazo final da declaração do Imposto de Renda, que se encerra na próxima terça, 31. Para facilitar a vida de quem ainda não fez o preenchimento, o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Unijorge, Adriano Araújo, preparou uma lista com dicas para evitar erros e não cair na malha fina.

Segundo Adriano, o primeiro passo é reunir toda a documentação com comprovantes e documentos pessoais, baixar os informes nos aplicativos dos bancos, planos de saúde e organizar o que deve ser declarado. Em posse destes dados, o contribuinte pode utilizar um facilitador que é a declaração pré-preenchida, que está disponível para quem tem conta no site gov.br, com nível de segurança prata ou ouro. Nestes casos, a maioria dos dados tem preenchimento automático e é necessária só uma revisão dos dados.

O cuidado ao fazer a declaração é muito importante, pois, de acordo com o coordenador, os erros de dados e informações incompatíveis dos ganhos com os rendimentos declarados são as causas mais comuns para cair na malha fina. “Falhas na digitação de valores, datas, CNPJ, por exemplo, e a não declaração de ganhos como ações judiciais, rendimento de aluguéis, podem levar a pendências com a Receita”, alerta. Outros fatores que devem ser observados são: evitar a inclusão de despesas médicas e odontológicas não dedutíveis; não incluir dependentes em duas declarações; imóveis e automóveis devem ser declarados pelo seu custo no momento da aquisição e não pelo valor de mercado.

 “O contribuinte deve evitar deixar a declaração para a última hora e ter o risco de imprevistos e incorrer em erros.  Vale lembrar também de fazer o acompanhamento do processo após a entrega e verificar se a declaração está em processamento, se está em análise, se tem pendências, e, se houver necessidade, fazer a retificação.”, explica Adriano Araújo.

Comentários