18 de agosto de 2022 às 17:36
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Rui atribui alta de combustíveis no estado aos ‘aliados da Bahia que elegeram Bolsonaro’


Publicado em: 26/05/2022 14:26
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


‘Essa união que estourou o desemprego, a pobreza e afundou o Brasil’, disse Rui, ironizando o União Brasil, partido de ACM Neto

Em entrevista ao programa Programa Acorda Cidade, em Feira de Santana, nesta quinta-feira (26), o governador Rui Costa (PT) atribuiu as sucessivas altas dos combustíveis no país e na Bahia aos “aliados da Bahia que elegeram Bolsonaro”.

“Essa é fácil de responder. Sabe porque a gasolina está cara? Porque o povo votou no Bolsonaro. É por isso que a gasolina tá cara. Porque os aliados de Bolsonaro na Bahia, com todas as letras, os aliados aqui de Feira de Santana que elegeram Bolsonaro, os aliados da Bahia que elegeram Bolsonaro, estouraram a inflação, que já passa de 12%. O Real se desvalorizou muito em relação ao dólar, e eles venderam, fatiaram a refinaria”, disse o gestor estadual, ao responder uma pergunta do público.

“Nós temos o dever de tentar informar a população, pelo menos pra ela ter uma ideia do que significa a produção de petróleo e refino no Brasil, pra saber por que o combustível está tão caro. Você sabia que o Brasil produz muito mais petróleo do que consome? Pois é, o Brasil hoje produz muito mais petróleo do que consome”, pontuou Rui Costa, segundo o qual, a alta se dá porque o governo federal parou de investir nas refinarias brasileiras e de refinar o petróleo no país. “O que é que faz, a grosso modo, é: pega o petróleo bruto, vende pro exterior e compra do exterior a gasolina e o diesel”, explicou, apontando que ao comprar o material refinado fora do país, o preço dos combustíveis fica atrelado ao valor do dólar.

“É assim que funciona na lógica dos aliados do atual presidente. E essa farsa, infelizmente, quando tem gente que é incompetente e não sabe governar, a unica coisa que faz é distribuir fake news e noticia falsa”, disse o petista, em referência às acusações do presidente Jair Bolsonaro (PL), que culpa governadores pelo preço dos combustíveis, por conta da cobrança do ICMS.

“Por exemplo, se o gás de cozinha hoje fosse R$ 10, pra facilitar a conta, quanto você pagaria de ICMS? R$ 1,20. Se o gás de cozinha fosse hoje R$ 20, quanto você pagaria de ICMS? R$ 2,40. Essa é a verdade, são os fatos. O resto é incompetência de quem não sabe governar. O resto é uma aliança pra destruir as empresas públicas, como o que fizeram com a Codevasf”, atacou, ironizando o grupo do ex-prefeito ACM Neto (UB), pré-candidato ao governo da Bahia.

“É a União. União de Bolsonaro com eles”, disse Rui, em referência ao União Brasil. “União pra aumentar o preço do óleo de soja, a R$ 16, R$ 17… Essa união que estourou o desemprego, a pobreza e afundou o Brasil”, acrescentou, afirmando ainda que “o povo não aguenta mais essa turma destruindo nosso país”.

Comentários