18 de agosto de 2022 às 18:00
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

SDE assina protocolos de intenções que preveem investimentos de R$ 89,6 milhões


Publicado em: 27/05/2022 16:33
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Juntas as 13 empresas devem gerar aproximadamente 1,7 mil vagas de empregos diretos e indiretos
A Bahia prevê receber o investimento privado de R$ 89,6 milhões com a implantação e ampliação de 13 unidades industriais que assinaram protocolos de intenções na quinta-feira (26), com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Juntas, as 13 empresas devem criar 1,7 mil empregos diretos e indiretos, sendo oito implantações e quatro ampliações.
“Uma das prioridades para a nossa secretaria é a prospecção e atração de novos empreendimentos. Assinamos neste ato 13 protocolos de intenções com empresas de diversos segmentos que irão movimentar a economia de dez municípios, levando desenvolvimento social, além de gerar emprego e renda. Temos uma equipe preparada na SDE que oferece apoio institucional para que o empreendedor tenha todo apoio para se implantar no estado”, destaca o secretário José Nunes.
O município baiano de Feira de Santana vai ganhar duas unidades fabris, a Allplasfilm Indústria e Comércio de Embalagens, do segmento de Plásticos e Borrachas, vai investir R$ 1,1 milhão na implantação da unidade. Já a Malav Indústria e Comércio de Derivados de Papel, que deve investir R$ 45 milhões para fabricar canudos de papel e estima gerar 630 empregos, entre diretos e indiretos. A capacidade de produção será de 192 milhões de unidades por mês.
Segundo o sócio proprietário da Malav, Anderson da Silva Souza, a previsão é a operação inicie em dezembro. “Esse projeto tem uma importância nacional. Temos um impacto muito grande dos canudos de plásticos no meio ambiente e a tendência é que, em nível de Brasil, a legislação proíba sua utilização, em alguns estados, inclusive, já é proibido. Tem ainda a questão de consciência também. No país não existe indústria de canudos de papel de pescoço, nós seremos a pioneira em fornecer aos grandes players como Pepisico, Nestlé e McDonald’s”, diz.
Em Vitória da Conquista, a Fecularia Conquista vai investir R$ 2,3 milhões para e fabricar fécula de mandioca. Já a Colchões Sudoeste deve investir R$ 1,3 milhão. Em Salvador, a Ellos Indústria de Embalagens Plásticas vai investir R$ 5,5 milhões. Simões Filho ganhará um fábrica de banheiro seco, onde a Prototype vai investir R$ 3,5 milhões. Unidade de malhas e tecidos receberá investimentos de R$ 3 milhões em Itapicuru. Por fim, a Colchões Bellaflex vai investir R$ 2,5 milhões em Santo Antônio de Jesus.
Ampliações
Cinco unidades fabris estão ampliando com aporte de R$ 25,5 milhões em investimentos privados. O maior investimento é da Isogama Indústria Química, que investir R$ 11 milhões para expandir e modernizar em São Sebastião do Passé. A Moinho Paquetá, que produz café torrado e moído, vai ampliar em Jequié. Em Salvador, Portas Automáticas Bahia vai ampliar a fabricação de portas de aço. Em Camaçari, a ampliação será na CPA Central de Plásticos Abrantes. A Martins Brasil Indústria de Cosméticos vai ampliar e modernizar em Lauro de Freitas.
“Mais uma vez os grupos Singular Pharma e Martins Brasil estão na SDE anunciando a ampliação dos seus negócios para investimentos na Bahia. Entendemos que somos baianos e que precisamos gerar empregos, negócios e recolher impostos. Mais uma vez buscamos a secretaria para fazer parceria e ter os melhores resultados de investimento no estado”, diz Edza Brasil, sócia e proprietária da Singular Pharma e Martins Brasil.

Comentários