18 de agosto de 2022 às 16:41
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

“Serei o governador que mais dará atenção ao agro na Bahia”, diz Roma


Publicado em: 14/06/2022 14:26
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Pré-candidato esteve em evento na Faeb e afirmou que setor será uma das suas prioridades

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), presente o encontro “Agro em Pauta”, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), no Comércio, declarou que será o governador que mais dará atenção ao agro que a Bahia já viu.

“Se eu for um pouco menos como governador do que eu tenho sido como deputado federal em relação ao agro, nós teremos, sem dúvida, na Bahia o governador que mais dá atenção ao agro que este estado já viu”, afirmou nesta segunda-feira, 13.

Apoiado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PL), Roma também atacou seus adversário na disputa pelo Palácio de Ondina, os pré-candidatos Jerônimo Rodrigues (PT) e ACM Neto (União Brasil), ao afirmar que os dois não tem proximidade com o setor, um dos mais importantes do estado.

“A Bahia, sem dúvida nenhuma, terá alguém está conectado, que tem inspiração, que tem vocação para o agro. Diferente de um pré-candidato que trabalha contra o setor produtivo, não só do agro, e diferente do outro que não sabe a diferença de um pato para um ganso, que não gosta da atividade rural e que não tem a menor familiaridade e estará de costas também para o setor produtivo. Ambos estão vinculados a práticas antigas”, disse.

Entre os planos de Roma para o setor, está a criação de uma estrutura ou secretaria para o agronegócio no estado da Bahia ou para o campo, que leve conectividade e infraestrutura para os pequenos e grandes produtores.

“Teremos um governador que é produtor rural, que é irrigante e sabe onde o calo aperta”, declarou. “A minha principal atividade econômica é o agronegócio. Além de produtor, além de pecuarista, sou irrigante e vejo as dificuldades, eu sei o que é fazer conta, eu sei onde é que estar lá perto, sei as dificuldades que a gente vive. Quando eu vejo aqui tantas pessoas conhecidas, não são conhecidas da caminhada política, são reconhecidas de mentes inquietas que querem vibrar com a Bahia”.

 

Comentários