13 de agosto de 2022 às 21:00
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Sérgio Hondjakoff, o Cabeção, ameaça pai em crise de abstinência


Publicado em: 07/06/2022 16:29
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Visivelmente alterado em vídeo, ator preocupou fãs; ele luta contra a dependência química

O ator Sérgio Hondjakoff, eternizado na memória dos brasileiros por viver o personagem Cabeção na novela juvenil “Malhação”, preocupou fã e seguidores ao aparecer visivelmente alterado durante uma live realizada no Instagram na madrugada desta terça-feira (7).

No vídeo, o Sérgio Hondjakoff conta que queria receber R$ 1 mil reais para ir a uma viagem a São Paulo. O seu pai, Seu Francisco, teria se negado a dar o dinheiro. Ele, então, diz:

“Fala, galera, beleza? Eu tô aqui pancadão e tá todo mundo aqui querendo me fod4r. Eu tô pedindo mil reais para o meu pai pra ir pra São Paulo e ele não quer me dar. Eles querem que eu seja internado contra a minha vontade porque eu dei uns ‘tequinhos’ e eu fico muito louco”, declarou o ator.

Sérgio Hondjakoff então ameaça o pai. “Pai, se você não me der mil reais eu vou ser obrigado a te matar, né? Você prefere que você me dê mil reais ou que eu te mate? Você é obrigado a me dar mil reais”, diz o ator, visivelmente alterado pelo consumo de drogas.

Em determinado momento, ele chega a mostrar um bastão de baseball para o idoso, que caminha por uma sala.

O que aconteceu com Sérgio Hondjakoff?
Sérgio Hondjakoff integrou o elenco de Malhação entre 2000, permanecendo na novela durante seis temporadas.

Em dezembro de 2021, Sérgio Hondjakoff desabafou sobre sua luta contra a dependência química. Nas redes sociais, falou sobre o seu processo de recuperação do uso abusivo de drogas:

“Nossa recuperação deve vir em primeiro lugar. […] Temos que assistir às reuniões, trabalhar os passos, telefonar para nosso padrinho ou madrinha e estar a serviço de Deus e dos outros. Essas simples ações tornam possível termos férias, famílias e patrões com que nos preocuparmos”.

Ele já chegou a ser internado numa clínica de reabilitação, no interior de São Paulo, para deixar de vez o álcool e até envolveu-se numa polêmica depois do espaço ter sido denunciado por deixar os pacientes em cárcere privado.

Comentários