23 de outubro de 2021 às 11:22
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Tudo o que aconteceu no primeiro show de Ivete após nascimento das gêmeas


Publicado em: 30/04/2018 7:49
Por:


Cantora faz seu Carnaval com três horas de show cheio de sucessos

O clima foi de folia em Salvador neste domingo (29). É que a cantora Ivete Sangalo fez seu primeiro show após o nascimento das gêmeas Helena e Marina. Um mês depois da data do aniversário de Salvador, a baiana vai de Ondina ao Farol da Barra e fez sua própria festa junto com seus fãs, os “zamuris”. Intitulado Um Presente para Salvador, o evento foi custeado pela cervejaria Schin, com apoio da prefeitura, que entra com os serviços de ordenamento do trânsito e transporte, limpeza e segurança. O CORREIO foi lá e fez uma cobertura exclusiva com os melhores momentos da apresentação.

(Fotos: Arisson Marinho/CORREIO)

Ivete começou o show às 18h12 ao som de No Groove com direito a chuva de papel. “Salvador, mainha tá de volta!”, disse. “Eu tenho um Carnaval só meu, p****!”, vibrou Ivete, tendo como resposta os gritos de aprovação dos fãs: “Eu queria chegar já descendo a madeira. Não imaginam o prazer que é estar de volta”, vibrou Ivete, tendo como resposta “Ôooo, a rainha voltou!”.

A artista não escondeu a alegria de estar cantando pouco mais de dois meses após o parto. “Vocês não sabem a alegria que eu tô. Essa alegria vai virar leite paras as crianças. Senti uma saudade verdadeira de vocês. Tive uma coceira, só não me pergunte onde. Ano que vem as meninas já disseram: ‘Mamãe, quero quebrar tudo!'”, brincou Ivete. “Tô bem impressionada, não tô acreditando. Tô impressionada com a quantidade de pessoas na rua. Tô muito feliz! Isso não é uma coisa simples, não é normal, me toca profundamente. Aos meus fãs: tudo pra vocês. É tudo nosso! É um presente pra cidade de Salvador, um presente pra mim, pra vocês e eu tô amando”, agradeceu.

Ao chegar no Farol da Barra, por volta das 20h30, a cantora afirmou estar impressionada com a multidão: “O que é esse Farol da Barra? O que é isso? Nunca vi esse Farol da Barra tão cheio, gente!”, vibrou Ivete, emocionada. Então começou a cantar a música O Farol, lançada no último Carnaval.

“Boa noite, Farol da Barra! Meu filho perguntou: mãe, quantas pessoas devem ter aí? Não sei, mas o amor é grande. Antes de você nascer, mamãe já tinha esse amor aí! (…) Aí, quando chego aqui, como nunca vi na vida em todos os carnavais, eu fico envaidecida mesmo! Vem uma vozinha e diz: ‘Tá vendo que valeu a pena?’ O melhor caminho que tomei foi cantar axé. Não interessa se faz sucesso, mas quando canto pra vocês é muito forte. Tô sem dormir desde que as meninas nasceram, mas é uma energia…”, declarou a cantora, na Barra. Por lá, cantou ainda Quando a Chuva Passar, Cheguei Pra Te Amar e mais.

Sobre o grito ensaiado dos fãs, ela disse que ficou muito honrada por ser chamada de rainha, “principalmente porque na nossa terra só tem rainhas”: “Minha ideia era voltar para os palcos só em maio. Há mais ou menos 20 dias eu estava amamentando e o telefone tocou. Fabinho, meu empresário, disse: ‘A cidade está te convidando pra fazer um show’. Eu respondi: ‘Não dá… As meninas estão mamando! Só se fosse daqui a um mês, mais ou menos. Mas não quero um show, não. Só se for um trio na Barra! Aí ele disse que toparam. Eu pensei: ‘Meu Deus, não é possível. Estão me dando ousadia demais!”, riu Ivete. “A madeira vai sentar!”, brincou a cantora, logo depois, com seu jeitão. “Eta zorra! Pula Salvador, pula minha pipoca!”, brincou Ivete entre uma música e outra. Veja trecho do final do show.

A cantora anunciou o término da apresentação às 21h14, mas os fãs começaram a cantar “Eu não vou embora”. Ela, então, pegou o microfone e cantou We Are Carnaval, e encerrou o show às 21h20, após mais de três horas de show.

Ela também recebeu o cantor Márcio Victor, seu amigo de longa data, no palco. Eles cantaram juntos Popa da Bunda, eleita a música do Carnaval 2018, além de Chuá chuá e Toda Boa, sucessos da banda Psirico. “Eu quase pari quando vi ele vestido de grávida. No meio do percurso o peito virou bunda, a bunda virou peito”, disse Ivete, arrancando uma gargalhada do cantor. “Foi coisa de irmao”, justificou Márcio rindo. “Tô toda comprimida, porque ainda tem uma pochete aqui. Não quero nem ver a criança, viu…”, riu Ivete.

Artista apostou em um vestido folgado e botas pretas
(Foto: Reprodução/Instagram)

“Márcio, eu tava em casa já nervosa pra poder cantar pra vocês aqui, mas eu realmente não imaginava essa quantidade de pessoas. Os becos lotados, todo mundo se divertindo. Tô de volta, cheia de amor, com esses amigos queridos.Márcio Victor, te amo, viu, pai?”

Seguiu a apresentação com sucessos da carreira e muitos clássicos, como Carro Velho, Obediente, Faraó, Dalila, Empurra-Empurra e Levada Louca. “É o coro comendo que se fala, né?”, provocou antes de começar a cantar Pra Frente. Confira um trecho do show.

O filho mais velho da baiana, Marcelo Sangalo, 8 anos, acompanhou ao show de cima do trio, ao lado da cantora. Antes do show começar, inclusive, ele deu uma palhinha na bateria. Já no meio do circuito, a cantora contou que  os peitos já estavam cheios de leite. “Estão enormes já, enchendo [de leite]. Tem nada, não. Em casa a gente ‘esvazeia'”, disse Ivete com seu jeitão escrachado.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Os fãs da cantora vieram de todos os cantos do país. O estudante Eric Wander, 30 anos, por exemplo, veio do interior do Rio de Janeiro só pra ver Ivete. “Eu amo Ivete!”, justificou dizendo que Veveta fez falta demais no Carnaval. Cheio de expectativa para ver o retorno da cantora, Eric foi categorico: “Ela dá conta! E se ela está feliz, nos também ficamos felizes!”, disse sorridente.

Fã de Ivete, Eric Wander veio do Rio de Janeiro para ver a cantora
(Foto: Laura Fernandes/CORREIO)

Já o ator baiano Lilo Moreira, 30, não arredou o pé da porta do trio enquanto não começava o show. “Batizei o urso de mamãe coruja”, contou animado. Ele contou que escolheu uma coruja de pelúcia a dedo para Ivete.

(Foto: Laura Fernandes/CORREIO)

Em Salvador para visitar a avó que está doente, Lilo disse que não poderia ficar sem ver sua rainha. “Senti muito a falta dela Carnaval. Mostrei a foto de Ivete e minha avó, que está com Alzheimer, reconheceu ela!”, contou com lágrimas nos olhos. “A maternidade foi uma dádiva pra Ivete. Os fãs sentiram falta dela e por isso está esse fuzuê pra ver a rainha do Carnaval!”, constatou enquanto era empurrado pela multidão concentrada na porta do trio.

(Foto: Reprodução/Instagram)

No dia do aniversário da filha, a pedagoga baiana Manuela Guimarães, 40 anos, estava sozinha em plena avenida. “Comemoramos ontem! Ontem fui mãe, hoje sou fã!”, contou rindo. “Todo Carnaval me visto de Mulher-Maravilha e como hoje é Carnaval, tô aqui!”, completou Manuela, que faz aniversário dia 23 de fevereiro e no ano passado levou um bolo pra comemorar no meio da folia de Ivete. “Ela viu e até pediu um pedaço, de cima do trio!”, gargalhou.

(Foto: Laura Fernandes/CORREIO)

Olha só Manuela no meio da folia, mostrando seu jogo de cintura. Não teve pra ninguém, até os cordeiros deram uma requebradinha.

Até cordeiro dançou! Olha o molejo dele.

Com os olhos vermelhos de tanto chorar, a enfermeira Brisa Galeão, 25, estava inconformada porque foi barrada pela equipe de Ivete enquanto tentava entregar seu presente pra ela: um coelhinho de pelúcia. “Todo ano eu entrego! Já foram três vezes e última foi no Festival de Verão! Joguei no palco e ela adorou!”, contou com um leve sorriso que conforto momentaneamente o choro. “No Instagram ela fica brincando que é a ‘coelhete’, então escolhi esse coelhinho”, explicou, enquanto abraçava o urso.

Brisa Galeão, 25, comprou um coelhinho para Ivete
(Foto: Laura Fernandes/CORREIO)

Frustrada porque veio de Feira de Santana só pra ver a diva, Brisa estava quase desistindo, até que aceitou e foi procurar um lugar melhor pra ver o show. “Gosto da humildade de Ivete, do carisma, da bondade, do elo fã-artista”, justificou.

De cima de um muro, com flores na mão, um fã garantiu: “Carnaval sem Ivete não é Carnaval”
(Foto: Laura Fernandes/CORREIO)

Por volta das 16h30, a cantora chegou ao trio elétrico, que deve sair às 17h30. Fãs cercaram a van da cantora e gritam: “A rainha voltou”. Ivete retribuiu o carinho com muitos beijos e sorrisos. A organização do evento estima que 60 mil pessoas vão acompanhar a apresetanção. Assista ao momento.

O cantor Márcio Vitor chegou ao trio de Ivete às 17h35. Um pouco antes, a cantora apareceu no Instagram ao vivo. Ela conversou com o apresentador Gominho enquanto ia para Ondina. Confira.

Antes de sair de casa, Ivete posou com Dito, seu produtor, e atendeu alguns fãs que a esperavam na saída do seu prédio, na Vitória.

Ela postou em seu Instagram uma montagem brincando com a frase dita pela estudante de psicologia Gleici, que venceu o Big Brother Brasil 2018 (BBB 18): “Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta”
(Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista ao CORREIO, Ivete contou nesta semana que “os baianos podem esperar que ela mate a saudade do Carnaval para ela e para todos”. Sobre a duração da festança, Ivete conta que o tempo está estimado para  duas horas, com um repertório forte, incluindo seus grandes  sucessos. “Mas é aquela coisa… Teremos uma festa com hora pra começar, mas sem hora para acabar”, afirmou, na expectativa.

Ivete Sangalo volta aos palcos após nascimento das filhas 
(Foto: Rafa Mattei)

Com agenda cheia, que inclui show com o cantor Luis Fonsi; festa em Morro de São Paulo; e show com Gilberto Gil em São Paulo, em junho, Ivete está preparando o repertório para o novo DVD, que ela gravará em dezembro, com vários convidados. “Mas é surprise”, arrematou.

Confira a entrevista completa com Veveta:

O que os baianos podem esperar desse seu retorno aos palcos depois do nascimento das gêmeas Helena e Marina?
Os baianos podem esperar uma pessoa, uma artista morrendo de saudade, querendo voltar para matar a saudade do Carnaval. Essa ideia de fazer o trio elétrico foi uma coisa bem especial, porque, de alguma maneira vamos ter um Carnaval, eu vou voltar com uma quente e duas fervendo. Tô louca pra cantar No Groove, pra ver a massa dançando e vai ser um sonho pra mim. Não esperava voltar para os braços do meu público em Salvador, com um trio elétrico, num circuito que é muito significativo pra mim. Então vai ser uma delícia!

Como vai ser o show deste domingo?
O show, como eu falei, vai ser muito especial pra mim, pra banda e pra o público. O tempo de show está estimado em duas horas, mas é aquela coisa…Então…O repertório vai ser bem forte, com os meus grandes sucessos de carreira…É uma festa que tem hora pra começar e não tem hora pra acabar.

Como foi para você, sempre tão ativa,  ficar longe dos shows e dos seus fãs, inclusive no Carnaval?
Na verdade, me pegou mais ficar afastada do Carnaval, porque eu continuei ativa, embora grávida, mas muito ativa. Mantive meu ritmo de vida normal, mas por indicação médica o Carnaval não seria adequado, haja visto que as meninas nasceram no sábado de Carnaval. Eu fiquei saudosa, mas ao mesmo tempo muito tranquila pela chegada das minhas duas filhinhas e sabendo que era um momento que o público tava torcendo por mim. Não foi uma ausência por um motivo ruim, foi uma ausência por um motivo muito especial, foi um misto de saudade, mas de alegria também.

Ivete ainda grávida das gêmeas durante o show Festival Virada Salvador 2018
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

A expectativa de sua volta é muito grande e todo o Brasil aguarda esse seu retorno justamente em Salvador num dos mais disputados circuitos do Carnaval. E o que é que você vai aprontar?
Pois então… a expectativa é muito minha! A possibilidade de voltar a cantar, depois da minha licença maternidade em Salvador, num trio elétrico…é um Carnaval meu e do meu público em Salvador. Já pensou que presente maravilhoso pra mim e pra minha terra? Aniversário de Salvador comemorado de uma maneira muito massa, porque eu vou ver com o coração de cheio amor! Não vai ser um show apenas, vai ser a comemoração do aniversário da minha cidade. Eu na minha cidade, com meu público cantando…Poxa! Indescritível!

Uma rápida olhada em sua agenda dá para perceber que você está cheia de compromissos. Tem a festa em Morro de São Paulo, o encontro com Gilberto Gil… Como você pretende conciliar a vida profissional com a vida de mãe de três filhos (Marcelo, Helena e Marina)?
A minha agenda em sido feita de maneira que não comprometa a minha maternidade e os meus compromissos de família. Embora eu tenha muitos compromissos, a grande maioria deles é em datas muito distintas e distantes e todo meu compromisso de publicidade tem sido feito em Salvador com uma comodidade, que desde já, agradeço a compreensão de todos os meus parceiros. Eu tenho saído muito pouco de Salvador e vou fazer shows muito pontuais, mas muito importantes para minha carreira. Vide o encontro com Gilberto Gil, que vai ser muito especial, o encontro com Fonsi, a festa de Morro de São Paulo, que virou um casamento muito carinhoso com os meninos da San Sebastian. E eu vou assim como todas as mulheres do Brasil, as mulheres guerreiras, eu vou conciliar a minha vida profissional com a vida pessoal. Isso é um talento que a mulher tem que é maravilhoso.

Você sempre se posicionou como cantora de axé mesmo a cena musical estando no auge ou atravessando períodos difíceis. A Rede Globo está lançando uma nova novela focada num cantor de axé e rodada na Bahia. Você acredita que isso pode alavancar a cena?
Essa coisa do segmento que a gente escolhe pra fazer música isso é muito intimo, independe do movimento de mercado. É bem verdade que eu vivo disso, o meu sustento vem dos meus shows, mas eu acredito muito no potencial do artista somado a sua escolha. Não adianta nada você escolher um segmento no qual você não está feliz e tá simplesmente seguindo uma tendência de mercado. Eu acho que você tem que seguir o que tá pintando de novo, de sonoridade que possa somar ao seu trabalho. Qualquer crise que possa existir, nesse ou naquele segmento depende muito da maneira como o artista se relaciona com o que faz. Os meus shows são sempre muito especiais, porque eu me dedico, entro com toda força. Inevitavelmente uma novela rodada na Bahia faz com que as coisas da Bahia fiquem, ainda mais do que já são, em evidência. O que é muito positivo para a música, para o turismo, para tudo que envolve a Bahia. Mas a Bahia tem uma força e uma personalidade que jamais será destruída ou esquecida pelo povo.

Cantora diz que os fãs podem esperar “uma artista morrendo de saudade”
(Foto: Reprodução)

Como está sua rotina?
A minha rotina é o seguinte: é da hora que acorda até a hora que dorme, quando dorme muito (risos), tem sido maravilhosa. Elas mamam, elas são muito sossegadinhas, eu dou banho, eu dou peito, eu coloco pra dormir, troco a fralda, óbvio com a ajuda da turma aqui boa, gente que ama também. E tem sido massa, elas são muito tranquilas, dão pouquíssimo trabalho. Aliás não dão nenhum trabalho.

Em dezembro você grava um novo DVD em São Paulo. Como está a escolha do repertório? Vai ter convidados?
Gravo o DVD em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 08/12/2018 e o repertório já estou montando. O repertório vai ter muita música autoral, tô fazendo algumas músicas com alguns parceiros. Vou ter muito convidado sim, mas tudo isso é surprise.

2019 marca sua volta ao Carnaval de Salvador. O que você está preparando para esse reencontro com seus fiéis seguidores?
Como eu falei, será um encontro assim inesquecível. Eu acho que vai ser memorável, em virtude da minha ausência no Carnaval e da minha ausência desde o Réveillon. Quer dizer, eu parei em 31 de dezembro e estamos em abril. São, praticamente, 4 meses longe dos palcos e vai ser emocionante. Eu tô muito feliz de poder presentear a cidade. Poder encontrar com meus queridos Zamuris!

Comentários