29 de junho de 2022 às 12:47
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Vitória leva gol no fim e perde para o Botafogo-SP no Barradão


Publicado em: 20/06/2022 10:29
Por: Redação Bahia Municipios com Agências Foto: Divulgação


Rubro-negro cai para a 16ª colocação e fica colado na zona

Seis atacantes estiveram em campo com a camisa do Vitória diante do Botafogo-SP na 11ª rodada da Série C do Brasileiro. O estreante Rodrigão e nenhum outro conseguiu balançar a rede do Barradão neste domingo (19). A honra ficou para o zagueiro rival Marcel, que marcou o único gol do jogo aos 44 minutos do 2º tempo e fez a equipe de Ribeirão Preto voltar a vencer após quatro jogos.

O terceiro jogo sem vencer na competição custou o emprego do técnico Fabiano Soares, demitido ainda no vestiário após a partida. O clube vai em busca do quarto treinador em seis meses no ano. Antes de Fabiano, já haviam passado pela Toca Dado Davalcanti e Geninho.

Com o resultado, a equipe caiu para a 16ª colocação na tabela. Pode perde mais uma no complemento da rodada entrar na zona, nesta segunda-feira. Para isso, o Floresta precisaria vencer o Volta Redonda, dentro de casa.

O Vitória volta a entrar em campo no sábado, às 19h, quando visita o Altos, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, no Piauí. O adversário está em 13º lugar, com 13 pontos. O Botafogo-SP, por sua vez, entra em campo um dia depois, no domingo, às 11h, contra o Manaus, no estádio Santa Cruz, na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo.

O jogo
O Vitória dominou as ações nos primeiros 26 minutos de jogo. Apesar de muitas vezes não ter levado perigo, protagonizou as investidas ofensivas e fez o adversário se manter em maior número no campo de defesa. Logo que a bola rolou, Iury lançou Rafinha e Sánchez ficou com a sobra. O lateral esquerdo matou no peito, soltou o pé e quase fez a festa da galera.

Depois, Gabriel Santiago invadiu a área pela direita e tocou para Rafinha, que acabou chutando na defesa rival. Em tentativa pelo meio, Rodrigão encontrou Rafinha e o camisa 11 mandou a bola bem perto do travessão.

O Botafogo-SP equilibrou a partida a partir dos 27 minutos, quando Bruno Michel chutou forte de fora da área e chamou Lucas Arcanjo para o jogo. O goleiro rubro-negro espalmou para fazer a defesa. Pouco depois foi a vez de Tárik arriscar de longe. Arcanjo defendeu dando rebote para o meio da área e Danilo Cardoso espantou o perigo. Já a cabeçada de Fillipe Souto saiu pela linha de fundo.

O Vitória voltou a aparecer em cobrança de falta de Rafinha. Depois, o atacante bateu escanteio, Alan Pedro cabeceou em direção ao gol e Deivity defendeu.

Na volta do intervalo, o rival se lançou ao ataque. Gustavo Xuxa levantou na área e Fillipe Souto finalizou de primeira, mas a defesa desviou. Xuxa voltou a aparecer, dessa vez para finalizar de dentro da área. Só que encontrou Lucas Arcanjo pelo caminho.

O Leão respondeu sem demora. Alan Pedro serviu Rafinha e o camisa 11 bateu de primeira. Atento, Deivity, com os pés, evitou que os donos da casa abrissem o placar. Na sequência, a zaga mandou a bola para a linha de fundo após finalização de Luidy. Em nova tentativa, Luidy avançou pela esquerda, titubeou entre cruzar ou chutar e mandou a bola para fora.

O único gol do jogo saiu aos 44 minutos e foi comemorado pelo Botafogo. Após cobrança de escanteio, a bola ficou com Tárik e ele levantou na cabeça de Marcel. Com facilidade, o zagueiro da equipe de Ribeirão Preto testou, estufou a rede e deu números finais ao confronto: 1×0.

FICHA TÉCNICA 

Vitória 0x1 Botafogo-SP – 11ª rodada da Série C do Brasileiro

Vitória: Lucas Arcanjo, Iury (Luidy), Danilo Cardoso, Marco Antônio e Sánchez, Dionísio, Ruan Nascimento (Dinei), Alan Pedro e Gabriel Santiago (Alisson Santos); Rafinha e Rodrigão (Tréllez). Técnico: Fabiano Soares.

Botafogo-SP: Deivity, Vidal (Matheus Santos), Diego Guerra, Marcel e Jean Victor; Ericson (Matheus Carvalho), Tárik, Fillipe Soutto e Gustavo Xuxa (Dudu), Bruno Michel (João Diogo) e Lucas Delgado (Tiago Reis). Técnico: Paulo Baier.

Local: Barradão
Gols: Marcel, aos 44 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: Danilo Cardoso; Tárik, Lucas Delgado, Deivity
Público: 6.943 pagantes
Renda: R$ 93.455,50
Arbitragem: Vinicius Gomes do Amaral, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Magno Arantes Lira (Trio de MG).

Comentários